Foto: Marcelo Oliveira/Agência RBS
Amigas foram encontradas em São José dos Pinhais

Duas estudantes gaúchas que estavam desaparecidas desde o dia 18 de dezembro, foram encontradas nesta quinta-feira (3) em um posto de combustíveis da BR-376, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.As jovens de 14 e 15 anos estavam pedindo carona e foram reconhecidas por um homem que tinha acabado de ver a imagem das duas em uma reportagem de televisão. As famílias das garotas estavam desesperadas e espalharam cartazes com a foto das duas por toda a região de Porto Alegre.

Assim que reconheceu as duas amigas, o homem acionou a Guarda Municipal de São José dos Pinhais, que abordou as jovens. “A princípio, elas negaram e disseram que estavam na casa de uma prima, mas assim que o conselho tutelar foi acionado, as meninas admitiram que haviam fugido de casa”, disse à Banda B o guarda Ricardo Kusch.

Aos conselheiros, a mais velha contou que havia conhecido pela internet um jovem de Umuarama, noroeste do Paraná, e que tentavam chegar lá para conhecê-lo. “Elas disseram no Conselho Tutelar que se locomoveram o tempo todo de carona. Primeiro foram até Florianópolis onde passaram o Natal e o Ano Novo e casa de amigos e pensões. Depois, seguiram para a região de Curitiba, mas as histórias estão bem desencontradas”, relatou o guarda.

A Guarda Municipal comunicou a Polícia Civil de Porto Alegre e, neste momento, os pais das garotas seguem para Curitiba para buscá-las.

Mobilização

O Diário Gaúcho, de Porto Alegre, fez reportagens mostrando o desespero das famílias em busca das garotas. Segundo uma das reportagens, no dia em que fugiu de casa, uma das jovens iria com a mãe comprar a cama para o novo quarto.

Pela troca de mensagens pelo Facebook, elas traçaram o plano via internet dias antes. Para os pais, restaram a aflição pelo paradeiro desconhecido das filhas, a tristeza pela falta de contato e o medo de receber uma notícia ruim sobre o rumo das adolescentes.

A mãe de um das adolescentes não trabalha desde 19 de dezembro em busca de notícias. Os pais da outra jovem também deixaram os empregos para procurar a adolescente.

Para ler a reportagem do Diário Gaúcho sobre o desaparecimento das amigas, clique aqui