da Rede Sul Notícias

gaievskiEduardo Gaievski

O ex-assessor da Casa Civil e ex-prefeito de Realeza, no sudoeste do Paraná, Eduardo André Gaievski, foi transferido do Centro de Reintegração Social de Barracão, que fica na região sudoeste do estado, na fronteira com a Argentina, para a Penitenciária Industrial de Guarapuava (PIG), na manhã desse sábado (15). A transferência foi autorizada pela Secretaria Estadual da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju) após decisão judicial. Gaievski está preso desde agosto de 2013, quando foi condenado por abusar sexual de menores. O ex-assessor ainda é suspeito de aliciar adolescentes oferecendo emprego na Prefeitura de Realeza.

Gaievski foi transferido para Barracão na segunda-feira (10) após autorização do juiz Moacir Antônio Dala Costa, da 3ª Vara de Execuções Penais, no dia 17 de outubro. O pedido pela transferência para o Centro de Reintegração Social partiu da defesa do ex-assessor da Casa Civil para facilitar as visitas da família.

17 ADOLESCENTES

O ex-prefeito é suspeito de abusar de 17 adolescentes em Realeza, porém, responde por duas condenações. No dia 4 deste mês, o ex-assessor foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão por manter relações sexuais, por duas vezes, com uma menor de 14 anos. Em setembro deste ano, Gaievski já havia sido condenado a 18 anos e um mês de prisão por estupro de vulnerável, estupro presumido e estupro qualificado. A denúncia contra o ex-assessor foi desmembrada por vítima e ele responde cada processo separadamente.

informações Rede Sul de Notícias