Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

Um casal de idosos, um menino de 10 anos e o pai dele tiveram ferimentos generalizados na manhã deste domingo (1º), na avenida Comendador Franco, conhecida como Avenida da Torres, na altura do bairro Uberaba, em Curitiba. Eles foram socorridos ao Hospital Cajuru e a idosa de 80 anos, que estava  em estado grave, não resistiu. O acidente aconteceu entre dois carros e houve registro de derramamento de óleo na pista.

O acidente aconteceu no retorno, próximo a Churrascaria Lonato. O casal de idosos estava em um Fox e fazia o retorno, sentido Curitiba, quando foi colhido por um veículo Gol. Nesse carro, pai e filho ficaram feridos. A colisão foi lateral, o Fox rodou na pista e destruiu um ponto de ônibus, que estava vazio. Os dois veículos tiveram destruição parcial.

As vítimas foram socorridas ao Hospital Cajuru com ferimentos generalizados. O estado mais grave era o da passageira do Fox, uma idosa de 80 anos, com suspeita de fraturas. Olívia de Paula da Silva foi socorrida ao Hospital Cajuru e não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois do internamento.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, houve derramamento de óleo na pista que, por precaução, foi interditada. “Está um sabão isso aqui, mesmo”, disse uma testemunha que auxilou no socorro das vítimas.

Até a limpeza do asfalto, que deve acontecer até o início da tarde, a pista sentido Curitiba está bloqueada totalmente. Agentes da Secretaria de Trânsito  (Setran) estão no local dando orientações aos motoristas.

Outro

hauer

Motorista de 56 anos teve ferimentos generalizados, mas sem risco. Foto: AN/Banda B

No início da tarde, outro acidente mobilizou a equipe do Corpo de Bombeiros, desta vez no bairro Hauer. Um motorista de 56 anos perdeu o controle do veículo e capotou diversas um Nissan Tiida na rua Anne Frank quase esquina com a rua Rua Irmã Maria Lúcia Roland. Com o impacto da batida, a placa que indica a rua foi derrubada.

“É um acidente com um carro apenas, ele bateu em um anteparo e capotou. Apenas o condutor atendido, está consciente e o quadro é estável. Provavelmente a velocidade empregada por ele pode ter resultado nesse acidente”, disse a tenente Beckert. Ele foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador e não corre risco.