Juliano Cunha/Banda B
Trânsito ficou congestionado por mais de duas horas

A Urbs determinou a realização de uma apuração rigorosa do acidente que aconteceu no sábado (9), no Contorno Leste, envolvendo um ônibus da linha Fazenda Rio Grande/Pinheirinho. Quatorze passageiros tiveram ferimentos e foram atendidos por socorristas e encaminhados para hospitais de Curitiba.

O presidente da Urbs, Roberto Gregório da Silva Junior, afirmou que a primeira providência foi garantir atendimento imediato aos feridos com todo o apoio necessário. Duas mulheres que estavam no ônibus – uma grávida e outra que teria batido a cabeça – foram levadas ao Hospital do Trabalhador para acompanhamento especial.

Outras 12 pessoas que apresentavam escoriações leves também foram encaminhadas para exames de rotina e liberadas logo em seguida. O acidente ocorreu quando o ônibus bateu na traseira de um caminhão-tanque. O Siate, a seguradora da empresa e o Segbus (seguro pessoal do sistema de transporte coletivo) foram acionados imediatamente.

Seguro

No caso do Segbus, além do atendimento imediato, os passageiros dispõem de acompanhamento e cobertura com despesas médicas ou tratamento que venham a ser necessários em decorrência do acidente.

Assim que registrou o ocorrido, a Urbs encaminhou de imediato uma equipe de fiscalização para acompanhar o atendimento de perto. Embora o acidente tenha se limitado à colisão, o trânsito ficou congestionado num primeiro momento, uma vez que o acidente ocorreu em rodovia de movimento intenso.

Por prevenção, assim apurado pela Banda B, duas viaturas do Corpo de Bombeiros também foram deslocadas para o local do acidente. O ônibus foi lacrado e levado para a garagem, onde ficará à disposição para vistoria de equipes técnicas da Urbs.