Por Denise Mello e Daniela Sevieri

(Fotos: Divulgação PRF e Colaboração)

Um grave acidente no fim da noite de sexta-feira (2), na Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), provocou a morte do motorista reserva de um ônibus de excursão. O veículo era de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, e seguia da capital paranaense para a cidade de Aparecida do Norte (SP).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma passageira do ônibus foi socorrida e encaminhada com lesões graves para o Hospital de Pariquera-Açu (SP). Ela tem 55 anos e reside em Curitiba. Outras quatro pessoas sofreram ferimentos leves e foram encaminhadas ao mesmo hospital. Mais quatro passageiros, também com lesões leves, foram levados para o Hospital de Cajati (SP).

O acidente aconteceu no km 528, na região da Barra do Turvo, na divisa entre o Paraná e São Paulo. O ônibus, que levava 48 passageiros, bateu na traseira de um caminhão carregado de cerveja, que também seguia para São Paulo. O motorista reserva do ônibus, Sidnei Barbosa, de 59 anos, morreu na hora e ficou preso entre as ferragens.

De acordo com a empresa Araucar Locação de Veículos, dona do ônibus, apenas a passageira permanece internada sem risco de morte, enquanto os outros já teriam sido liberados. (Confira a nota no fim da matéria)

acidente

Várias pessoas ficaram feridas. Caixas de cerveja, que estavam no caminhão, ficaram espalhadas na pista.

Ainda de acordo com a PRF, o caminhão teria reduzido a velocidade para entrar no pátio de um posto de combustíveis e o ônibus acabou colidindo na parte traseira dele, na pista sentido São Paulo. Várias ambulâncias foram chamadas para o atendimento e o local ficou parcialmente interditado para o socorro.

Sobre o caso, a Araucar publicou a seguinte nota:

Quando tomou ciência do fato ainda de madrugada, a Araucar enviou de imediato equipes de Araucária para prestar assistência necessária aos passageiros no local e hospitais. Até o momento não é possível afirmar com precisão o que teria provocado o acidente.

A Araucar informa que o veículo encontrava-se em perfeitas condições de uso, tendo passado por manutenção preventiva nos últimos dias. O motorista cumpria jornada regular de trabalho e trafegava dentro dos limites de velocidade permitidos.

A Araucar está no aguardo do laudo da perícia bem como as apurações internas para concluir sobre possíveis causas do acidente. A empresa ressalta que irá prestar toda assistência às vítimas e disponibiliza o telefone (41) 99953-6446 para atendimento aos familiares.