Da SMCS

Vinte mil pessoas prestigiaram na manhã deste domingo (01) a abertura da Semana da Pátria em Curitiba, no 14º Desfile Cívico-Militar do Pinheirinho. Este ano, o desfile explorou o tema “Viagem ao Mundo da Literatura – Uma riqueza em nossa cultura”.

O prefeito Gustavo Fruet e a presidente da Fundação de Ação Social, Marcia Oleskovicz Fruet, acompanharm o desfile, do qual participaram as Forças Armadas, as polícias Civil e Militar, Guara Municipal, Corpo de Bombeiros, escolas da rede particular e pública municipal e estadual, Corpo de Bombeiros e outros grupos da comunidade local. O evento também contou com a apresentação do CTG Vinte de Setembro, Moto Clubes, Clube de Desbravadores e a União dos Escoteiros do Brasil (UEB) – Paraná, o comércio local e os moradores da Regional, que compareceram em massa na avenida Winston Churchill.

semana-da-patria-010913-bandab

Foto: SMCS

“O desfile é importante para a cidade. Além da descentralização das comemorações de Sete de Setembro, valorizamos a iniciativa local e a solidariedade da população, que trabalha muito para que este evento seja sempre um sucesso”, disse o prefeito, lembrando que compareceu a quase todas as edições.

Marcia Fruet destacou o amor à Pátria, que deve ser motivado e cultivado durante todo o ano. “As crianças e adolescentes precisam trabalhar o tema com frequência, como já acontece nas escolas municipais”, afirmou.

O tema do desfile levou para a Avenida Churchill, pela mãos dos alunos das escolas municipais, os mais diversos autores nacionais. “Estamos trabalhando este tema na escola, fortalecendo a literatura e a cidadania”, disse Maria Cecília Colatusso, diretora da Escola Municipal Margarida Orso Dalagassa. Durante o desfile foram arrecadados livros que serão repassados às Tubotecas.

Na abertura do evento, a Banda Lyra executou a música Cisne Branco, hino oficial da Marinha Brasileira. “É uma festa tradicional, em que todos se unem para apresentar um grande espetáculo”, disse Edgar Otto Hauber Junior, administrador regional do Pinheirinho.

Para Nelson Vichietti, o desfile é muito importante para as crianças. “Meu filho Caio participa deste que entrou na escola. É um aprendizado sobre civismo e cidadania”, disse ele. Aline Araújo, professora de dança do Centro Social Vila Nova, disse que o desfile coroa todo o trabalho que é feito com os alunos em sala de aula. “Para as crianças, desfilar é uma realização”, afirmou.