Recuperado fisicamente, Biteco comemora sequência e convoca a torcida para o duelo contra o Paysandu na Vila

Por Guilherme Coimbra com informações de Felipe Dalke

 

Biteco comemorou o fato de estar 100% fisicamente (Felipe Dalke/Banda B)

Depois de um último ano conturbado, o meia Guilherme Biteco vive uma temporada de recomeço no Paraná Clube. Contratado por empréstimo pelo clube no início de 2017, o jogador conviveu com problemas físicos em sua chegada. Depois de atuar por 90 minutos pela segunda vez com a camisa paranista, na vitória por 2 a 0 sobre o Goiás, na última terça-feira (16), o meio-campista celebrou estar apto fisicamente e o bom momento vivido pelo Tricolor.

“Quando eu vim para o Paraná, eu tinha o objetivo de recomeçar. E isso eu fiz bem. Agora é manter, tendo uma sequência boa, mantendo meus trabalhos fora de campo que eu venho fazendo bastante também. Se eu conseguir manter esse momento que estou tendo agora, eu vou ter sucesso lá na frente”, comentou Biteco em entrevista coletiva. “Eu realmente estava abaixo fisicamente, não estava 100%. Agora eu estou e isso eu agradeci aos que muitas vezes não aparecem, mas fizeram um trabalho muito bom comigo. Estou bem e consigo jogar 90 minutos com intensidade, como joguei neste último jogo”, complementou.

Já tendo trabalhado com o técnico Cristian de Souza nas categorias de base do Grêmio, Guilherme Biteco comparou as semelhanças com o antigo treinador. “Eu já conhecia o Cristian [de Souza], já tinha trabalhado com ele no Grêmio, é um trabalho parecido com o Wagner [Lopes]. O que mudou foi que fizemos muitos treinos movimentação no ataque, que era uma coisa que estávamos precisando. Na defesa, não mudou quase nada. O trabalho é parecido, os dois são muito atualizados”, disse.

Com um baixo público na última partida, Biteco espera que a torcida paranista compareça no duelo diante do Paysandu para apoiar a equipe em busca de mais um resultado positivo na Vila. “Eu acho que ele tem que acreditar pela nossa dedicação dentro de campo. Estão vendo desde o Paranaense que nos dedicamos muito nos jogos e acho que é quase impossível uma equipe jogar uma Série B inteira sem perder ou empatar. Precisamos da ajuda deles e, se continuarem acreditando em nós, teremos sempre um homem a mais, principalmente dentro de casa”, ressaltou.

O Paraná enfrenta o Paysandu nesta sexta-feira (19), às 19h15, na Vila Capanema, em duelo válido pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Confira a entrevista coletiva de Guilherme Biteco:

Notícias recentes

Os comentários estão fechados.