Paraná sofre com falta de criatividade e empata sem gols com o Paysandu na Vila Capanema

Por Guilherme Coimbra

Paraná sofreu com forte marcação do Paysandu e não saiu do zero (Giuliano Gomes/PR Press/Estadão Conteúdo)

O Paraná não conseguiu furar a forte marcação adversária e perdeu a oportunidade de emplacar a segunda vitória consecutiva, no empate sem gols com o Paysandu, na noite desta sexta-feira (19), na Vila Capanema, em duelo válido pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor volta a campo na próxima quarta-feira (24), às 21h45, para encarar o Atlético-MG, no Couto Pereira, pela Copa do Brasil. Na próxima rodada da Série B, o adversário do Tricolor será o Juventude, no dia 27, às 19h, no Alfredo Jaconi.

Paraná cria pouco diante de um Paysandu fechado

O primeiro tempo foi de um jogo truncado e com poucas chances de gol para ambos os lados. Com uma proposta de jogar no contra-ataque, o Paysandu esperou o Paraná no campo de defesa, apostando na velocidade de Welinton Júnior para buscar as transições mais dinâmicas.

O Papão chegou com perigo aos 16 minutos, quando Perema subiu mais que a defesa e desviou cobrança de escanteio à direita do gol de Léo. Depois disso, foi o Tricolor quem criou as melhores chances. Aos 28 minutos, Leandro Vilela levantou na área e Daniel Alves cabeceou por cima da meta do Paysandu. O atacante chegou novamente aos 36, quando recebeu na entrada da área, girou sobre a marcação e bateu para boa defesa do goleiro Marcos. A última chance paranista no primeiro tempo veio com Renatinho, aos 40, em chute de fora da área que passou raspando a trave adversária.

Assustado no início, Paraná evolui, mas não consegue tirar o zero do placar

Aproveitando os contra-ataques, a Paysandu assustou o Paraná duas vezes no início da segunda etapa. Aos cinco minutos, Welinton Júnior recebeu na frente, tocou por cobertura no goleiro Léo e esbarrou em Igor, que apareceu para tirar e evitar o primeiro gol dos visitantes. Pouco mais tarde, aos nove, Wesley recebeu cruzamento na área e desviou de cabeça, exigindo ótima defesa do arqueiro paranista.

Depois dos sustos, o Tricolor cresceu na segunda parte da etapa final. Encontrando dificuldades para criar em cima da forte marcação do Papão, os mandantes chegaram em três oportunidades. Na primeira, aos 16 minutos, Leandro Vilela recebeu de Renatinho, girou sobre o marcador e bateu cruzado, exigindo boa defesa do goleiro Marcos. Aos 19, Robson tabelou com Jhony e arriscou de fora da área, com muito perigo, à esquerda da meta. Na última chance, aos 40, Vilela tentou de longe, raspando a trave esquerda do adversário e desperdiçando o ensejo da segunda vitória consecutiva na competição.

 

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 0X0 PAYSANDU

Local: Vila Capanema, Curitiba (PR).
Data: 19 de maio de 2017.
Horário: 19h15.
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).
Assistentes: Francisco Chaves Bezerra Junior (PE) e Bruno Cesar Chaves Vieira (PE).
Público e renda: 2.790 pagantes | 3.296 total | R$ 51.425,00

Paraná: Léo; Cristovam, Wallace (Igor), Eduardo Brock e Rayan; Jhony (Felipe Alves), Leandro Vilela e Renatinho; Guilherme Biteco (Robson), Minho e Daniel Morais.
Técnico: Cristian de Souza.

Paysandu: Marcos Milanezi; Ayrton, Perema, Gilvan e Perí; Wesley, Rodrigo Andrade (Hayner), Augusto Recife e Fernando Gabriel (Ricardo Capanema); Welinton Junior (Tiago Mandi) e Marcão.
Técnico: Marcelo Chamusca.

Cartões amarelos: Rayan e Minho (PRC); Ayrton, Welinton Júnior e Tiago Mandi (PAY)







Notícias relacionadas

Os comentários estão fechados.