A decisão do STJD em retornar o processo do caso Rio Branco ao TJD-PR foi uma vitória do Paraná Clube.

A decisão foi uma verdadeira CACETADA na decisão do TJD que não permitiu a entrada do Tricolor como terceiro interessado no caso.

Com isso, fatalmente o caso se enrolará por mais um tempo, mas quem sabe assim, o TJD julgue as coisas sem interferências clubísticas dos corações dosauditores.

Se o Rio Branco jogou com atleta irregular, ele precisa ser punido. Questão de justiça!

________________________________________________________________________

No final do último julgamento aqui no TJD, Domingos Moro, advogado do Rio Branco me procurou e me garantiu que não trabalharia pelo time de Paranaguá no Rio de Janeiro.

Hoje, pra minha surpresa, vi que ele defendeu o Rio Branco no Rio de Janeiro. Provou que sua palavra é igual a uma nota de R$3.

_________________________________________________________________________

Nasci no Paraná!!! Moro no Paraná!!! Torço pelo Paraná!!!

__________________________________________________________________________