O Paraná fez 43 minutos excelentes em São Caetano do Sul. Fez um golaço e criou chances pra fazer pelo menos mais uns três gols. Mas aí apareceu a “bobeira individual” que já tinha custado pontos perdidos para Guarani e Bragantino. A bobeira individual da vez foi do lateral Paulo Henrique.

Depois no segundo tempo, o jogo ficou equilibrado. Mas somando as duas etapas da partida dá pra afirmar que perdemos dois pontos no ABC Paulista.

Mas a segundona é assim: um eterno aprendizado. Tomara que os deslizes individuais deste início de competição não façam falta no final do campeonato.

Mas além da falha individual, outra coisa que ficou evidente é que a carência de um camisa 9 precisa ser resolvida com urgência.

Na semana passada conversei com diretores do Paraná e eles me falaram que estão atrás “deste 9”, mas a tarefa não é fácil.

Mas isso não é exclusividade do Tricolor. Poucos times no Brasil tem um camisa 9 e achá-lo nos dias de hoje seria descobrir uma pepita de ouro num garimpo quase pelado.

Então boa sorte aos garimpeiros paranistas, que tem no comando o bom diretor de futebol Alex Brasil.

__________________________________________________________________________

Nasci no PARANÁ!!! Moro no PARANÁ!!! Torço pelo PARANÁ!!!