Primeiro jogo do ano, com vitória é assim nas arquibancadas: quem é aquele camisa 9? Joga muito! E aquele 11, rápido hem! O zagueiro, que não sei o nome, parece seguro! Cabeça de área raçudo esse!!

Lógico, que daqui um, ou, dois jogos, já estaremos familiarizados com as feições do Léo; Diego Tavares, Airton, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias (Alex Santana), Vitor Feijão, Renatinho e Jonas Pessalli (Guga); Ítalo (Bruno Cantanhede) e os outros atletas que estarão vestindo nosso manto sagrado vermelho, azul e branco, reconhecendo-os facilmente.

Mas vamos ao jogo: a primeira impressão, dos até então desconhecidos, foi muito boa. Além da vitória por 2 a 0 sobre o Avaí-SC vimos um time com vontade em campo e isso é o que o torcedor mais valoriza hoje em dia.

Futebol é muito nivelado. Dificilmente um super craque se sobressai e aí a vontade de vencer de uma coletividade, supera até adversários mais difíceis.

Só que o grande desafio será manter um time com gana de vitória em todos os jogos no decorrer do ano. Mas essa é uma tarefa para o treinador Wagner Lopes com seus treinamentos e palestras.

Os 3 mil de semPRe que foram na estreia da Primeira Liga, com certeza estarão na outra estreia, no próximo domingo contra o Foz, pelo Campeonato Paranaense. Mas como estes 3 mil espalharão a outros paranistas que o time não só venceu, como jogou com vontade, a tendência é que pelo menos o dobro compareça à Vila do Povo às 17 horas.

Com mais gente no estádio, a vontade de vencer dos jogadores, já não tão desconhecidos, aumentará ainda mais.

O Foz deve pagar o pato, pra nossa alegria!!!

_____________________________________________________

Nasci no PARANÁ!!! Moro no PARANÁ!!! Torço pelo PARANÁ!!!

Sergio Bello.