No inicio do ano não tínhamos 11 jogadores pra por em campo. A diretoria comandada pelo Presidente Rubens Bohlen foi atrás primeiramente de um treinador e de um diretor de futebol.

Chegaram o ídolo Ricardinho e o diretor de futebol Alex Brasil.

Os dois conseguiram em pouco tempo montar um grupo que até o dia 11 de agosto agradou a torcida. Até esta data (dia da última vitória paranista contra o CRB), o trabalho dos dois foi de total aprovação para a torcida paranista.

Mas depois disso foi vexame atrás de vexame.

Derrotas para o suburbano Ipatinga em Minas Gerais e para o Goiás e para os Poodles em casa, além de empates contra os fraquíssimos ASA e Guarani.

Por isso, penso que seria bacana não só Ricardinho dar explicações para a torcida nas coletivas pós jogo. Alex Brasil também poderia procurar a imprensa e falar algo sobre o momento atual do Tricolor.

Explicações para a queda abrupta da forma de jogar após a partida do CRB precisam ser dadas pelo nosso diretor de futebol.

Este espaço e o microfone da Banda B sempre estiveram e estarão abertos a Alex Brasil.

2012 praticamente está perdido, mas é bom sabermos o que provocou tamanha queda de produção, para que em 2013 os erros não sejam repetidos.

___________________________________________________________________________

Nasci no PARANÁ!!! Moro no PARANÁ!!! Torço pelo PARANÁ!!!