Com gol de Henrique Almeida, vencemos o Foz.

E agora?

Minha preocupação está longe de ser o clássico auauTIBA, longe também de ser as deficiências do elenco, como a falta de jogadores para atuar no meio e nas laterais.

A minha real preocupação, é que esse ano é um ano político.

Levando em consideração que as eleições de 2014 ainda são lembradas e discutidas, ou seja, infelizmente nunca acabaram, esse ano tende a ser muito pior.

Não estou aqui para defender A ou B. Porém, devo reconhecer, que o Presidente Bacellar nunca teve tranquilidade para trabalhar.

Lendo publicações em redes sociais, vejo pessoas se lançando como candidatos, vejo salvadores de lavouras e críticos de toda espécie.

Sei que o conselho tenta trabalhar para esclarecer as coisas do clube, porém, nem todos estão imbuídos do mesmo propósito.

Existe uma comissão no conselho, analisando algumas coisas que ocorreram na gestão do Vilson Ribeiro de Andrade.

Essa comissão, começou com 5 (cinco) conselheiros, na reunião seguinte, tinham apenas 3 (três) e por fim, apenas 1 (um) conselheiro está trabalhando encima deste caso.

Espero que os outros tenham noção de suas responsabilidades e voltem ao trabalho, afinal, foram eleitos pra isso.

Se não quiserem trabalhar e esclarecer o fato, que saiam da comissão e do conselho.

O Coritiba não é brincadeira!

Espero não ter que expor os nomes desses conselheiros para que a torcida saiba quem trabalha, quem tem interesses diferentes do clube e quem é conselheiro por status.

Estamos em 2017, começo de campeonato Paranaense.

Não deixemos que o os interesses pessoais se sobreponham aos interesses do clube.

Queremos um Coritiba forte!

SAV.

MARCÃO. 

12935312_964597753647231_304125787_n