A situação do maior clube paranaense em 2011 édificil pelo time fraco que tem. Mas levando em consideração o histórico inquestionável de força em momentos dificeisque parece tanto machucar os torcedores rivais, a força de um povo que mesmo estando o campeonato todo na zona de rebaixamento dificilmente levou menos de 15 mil pessoas ao estádio, ainda temos muitas chances de não desfalcar a série A no ano que vem.

Vamos simplificar. Muitos falam no número de vitórias necessárias; sete, oito, nove, duzentas, oitoscentas, sei lá, não interessa. Tudo achometro. A conta é simples. Precisamos em treze jogos, manter Avaí e América atrás na tabela, apenas manter como está em relação a elese, ultrapassar Galo e Ceará. O Galo está 2 pontos na nossa frente e o Ceará 4. Precisamos fazer umacampanhaem 13 jogos três pontossuperior ao que o Galo fizer e cinco pontos superior ao que o Ceará fizer. lembrando ainda que como Ceará temos o confronto direto na Baixada. Nada impossível em se tratando de ATLÉTICO.

Então a partir de agora é assim, torcida pelo ATLÉTICO e pra tropeços de Galo e Ceará.

Vamos lutar até o fim, mas se em Dezembro o ATLÉTICO confirmar que irá desfalcara série A no ano que vem, azar da série A.

Pra mim o que importa é o ATLÉTICO, campeonato importante pra mim é aquele em queo FURACÃO está. E pelo que a gente ouve ou lê por aí parece que pra muitos torcedores de outros times também, o mais importante é o ATLÉTICO.

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS!