A saída do Renato estava na cara quando antes do jogo com o Galo ele desandou a falar mal da direção. Estava procurando uma justificativa pra sua saídaque já estava iminente. Coisa de covarde. Eu disse aqui que colocar os piás pra virar um jogo fundamental como aquele contra o Galo cheirava sacanagem.

Renato fugiu.E fugir não é coisa de “esperto” e sim decovarde. Mas niguém foi mais covarde do que a direção que por falta de competencia e muitomedo deixou tudo na mão dele. Não me conformo com a diretoria ter sido coniventeem abrir mão da Sul-Americana, com a histórinha do Renato de priorizar o brasileirão, priorizou tanto que abandonou o barco duas rodadas depois.

Agora vem o delegado. Acho que não é hora de aprovar ou desaprovar, principalmente pra nós torcedores. Por mim está desaprovado tudo que foi feito até aquineste ano. O que virá pela frente é outra história.Cabe talvez aos analistas dar suas opiniões sobre isso. Pra nós torcedores cabe apenas apoiar, torcer e rezar muito. Qualquer postura contrária de nós torcedores agoranão vai adiantar e nem ajudar em nada.

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS!