No futebol está no contexto ser falastrão. Principalmente o torcedor. Mas tem que se garantir. Falar por falar é só pra passar vergonha. E os torcedores do time lá de baixo do viaduto perderam a noção quando tripudiaram o time B do ATLÉTICO. E o passa fome do Giancarlo pra agradar a meia dúzia de “simpatizantes” do time da segundona falou muito sem se garantir. O Paranazinho poderia até ter passado pelo time B do ATLÉTICO, o foco atleticano todos sabem está na Libertadores e na volta pra Baixada, mas as provocações, a falação, a falta de respeito com a camisa atleticana mobilizou o time B atleticano e a piazada foi pra cima dos passa fome, e aí a choradeira foi geral. A vitória foi justa porque o VENTANIA foi valente, guerreiro e camisa pesou.

Eliminar o time da segundona foi só pra colocar as coisas nos seus devidos lugares, pois nosso foco é outro.Mas que sirva de lição então, cada um na sua. O ATLÉTICO utilizou um time de piazada, mas quando se trata de um gigante contra um pequeno até com o terceiro time já é suficiente pra vencer. O ATLÉTICO é um clube bem administrado, que dá aula de profissionalismo e gestão, enquanto o outro é quase um clube amador. Portanto, deu a lógica. Então falastrões jamais esqueçam que no fim da rua está o gigante CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE, enquanto em baixo do viaduto está o amador e em fim de feira Paraná Clube.

Mas quarta-feira é dia da maior torcida do Estado voltar ao nosso improvisado salão de festas. Libertadores contra o Vélez, casa cheia e clima de decisão. Vamos pra cima dos argentinos, com a volta do Marcelo e com alma de guerreiro vamos em busca da classificação.

No fim de semana devemos jogar  pela semifinal do ruralzão contra o Londrina e a diretoria atleticana quer fazer esse jogo na Arena, mas a federação vai atrapalhar. Não duvidem se ela vetar o estádio da Copa do mundo pro “maravilhoso” ruralzão.

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS!