Chegou a reta final. E como um gigante o FURACÃO entrou no G4 em grande estilo. Vencendo com autoridade fora de casa o “classificável” Vitória num jogo em que eles apostavam muitas fichas. Foram quase 40 mil pessoas e o FURACÃO venceu.

Venceu porque foi taticamente perfeito e teve espirito, alma e doação pra segurar as avançadas do time baiano e pra ser fatal no momento certo. Fizemos o segundo gol quando já estavámos com um a menos. Time de Guerreiros. Essa é a verdade e nossa torcida precisa reconhecer isso.

Mas nada está ganho, pela camisa e pelo tanto que sofremos pra chegar até aqui, não acredito num retrocesso agora, mas é preciso ter seriedade. Os jogadores sabem o quanto foi duro a caminhada até aqui, jogando em Paranaguá, vila, agora no Janguito, todas fora da nossa Baixada, da nossa casa, os jogadores sabem o quanto foi dificil ter que correr atrás e tirar uma grande diferença de pontos por ter montado um novo time durante o campeonato e os jogadores sabem como foi dificil entrar no G4 num Barradão lotado e com um a menos, por tudo isso acredito que o time vai comer grama se precisar, mas não vai deixar em casa escapar essa tão suada colocação. Já nessa terça é ir com fé pra cima do Guarani, com raça, alma de guerreiro e seriedade. O time vai forte mesmo sem os laterais titulares, o competente Henrique no lado direito, Saci na esquerda e um meio campo pra encher os olhos; Deivid, joão Paulo, Paulo Baier e Elias juntos. Um timaço!

Mas repito, futebol é futebol, precisamos jogar juntos e empurrar pois se tratá de mais uma final rumo a volta pra elite.

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS!