Eu até achei melhor assim. Jogar a primeira em casa sempre fez bem ao ATLÉTICO, as melhores classificações, todas, sempre foram assim. Sem contar que muda a trajetória do Capiatá que vinha nessa toada de decidir fora e surpreender, agora vai ter que decidir em casa e se Deus quiser com a vida complicada.

Mas a questão é outra. É o não cumprimento do regulamento tão badalado como intocável em 2005. Isso envergonha o futebol, as regras valem conforme a conveniência, a Conmebol deixou claro que tem lado e os paraguaios tem seu apoio e isso é preocupante e vergonhoso.

Mas o ATLÉTICO tem tamanho e grandeza pra responder na bola. Eliminar o time paraguaio é possivel e demonstrará que o jogo sujo fora de campo não prevalece quando se faz por merecer.

A torcida tem que jogar junto, lotar o caldeirão, transmitir confiança, fazer com que o time paraguaio enfrente o que ainda não enfrentou nessa Libertadores.

O Capiatá é um franco atirador, um clube novo , estreante em Libertadores e que entrou graças a saída do mexicanos, já fez história com a virada épica contra o Universitário e são perigosos por que jogam sem pressão.

Muito cuidado pra não tomar gols mas sem jamais confiar que podemos vencer bem, sendo incisivo no ataque e fazendo gols que nos de tranquilidade.

Quarta será mais uma noite de fortes emoções!

Ahhh! o estadual! Vamos classificar e na hora do bicho pegar estaremos fortes em busca do bi-campeonato, que os torcedores mais ansiosos tenham calma, uma coisa de cada vez!

Agora é Libertadores e mais nada!

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS!
BINHO ASSUNÇÃO!