Mário Celso Petráglia respondeu alguns torcedores que o pressionavam pra trazer Jadson de volta ao FURACÃO. Em parte da resposta outra vez criticou quem não o bajula. Valores absurdos e fora de cogitação repatriar o craque dentro da politica que é corretamente imposta pelo ATLÉTICO. Eu particularmente jamais sonhei e cogitei a volta do maior jogador tecnicamente que vi jogar por aqui, porque sei da realidade.

Petráglia é o maior e o mais importante dirigente da história do ATLÉTICO e o melhor dirigente de clube da história do futebol brasileiro. Sempre disse isso aos próximos, aos meus amigos e a ele inclusive quando o entrevistei pelo programa Papo de Atleticano. Isso é fato inquestionável na minha opinião.

Mas como torcedor do ATLÉTICO, que é infinitamente mais importante que qualquer pessoa, sempre tentei me posicionar pelo bem do ATLÉTICO. Por isso nunca aceitei convites (já os tive) pra estar no clube, não aceitei presentes, mimos ou vantagens ( muitas já me foram oferecidas) do clube em nada, porque como torcedor devido a história que construí mantenho um forte espaço na mídia a 13 anos e me vejo com responsabilidade em ajudar a instituição como torcedor do lado de cá.

Digo tudo isso, pra pedir ao presidente Petráglia pra repensar quando não considera importante o torcedor que lhe cobra e lhe pressiona em alguns momentos. Aquele torcedor que para ele parece estar do outro lado, também está ao lado do ATLÉTICO, pois é ele que cobrando, pressionando, as vezes reclamando move a engrenagem da vaidade e do ego gigante de um homem como Petráglia.

Por exemplo, até hoje muitos me criticam pelas criticas ao Weverton quando o time em campo vivia um péssimo momento e uma derrota pros coxas em casa foi a gota da água. Peguei pesado, mas quem me conhece sabe que era o momento de mexer com os brios, de provocar uma reação, de irem em busca de nos”calarem’, e o goleiro era quem lideraria essa reação, e por isso foi o foco. O que queríamos e torcíamos aconteceu, o time se transformou.

Homens vencedores quando são desafiados, cobrados, tendem a não aceitar, a querer calar quem o desafia, a responder também com fatos quem o critica. Para Petráglia sempre foi e é como um combustível as criticas e as desconfianças. E isso é bom pro ATLÉTICO. Então não é justo diminuir a importância do atleticano que não o bajula, pois é esse torcedor que o empurra, que por outros meios lhe incentiva cada vez mais. Faz bem pro FURACÃO!

Cada atleticano tem sua importância e é especial pro clube. Quando perdemos não é só porque a diretoria contratou errado ou os jogadores não foram bem, é também porque a parte que tinha que cobrar e pressionar não soube fazer direito e, quando vencemos é porque todos fizeram certo e na hora certa. SOMOS UM SÓ! O ATLÉTICO É UM SÓ!

ENTÃO, LÁ VAI MAIS UMA COBRANÇA PRESIDENTE! PARA O CLUBE CHEGAR OS SONHADOS 40 MIL SÓCIOS SÓ FALTA VOCÊ ENTENDER ISSO E PARAR DE OFENDER QUEM NÃO O BAJULA!

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS!

BINHO ASSUNÇÃO!