Como disse no post anterior a fé é peça fundamental no imponderável. E nada mais imponderável do que vencer o Inter com dois gols de Nieto. A fé épessoal e cada um tem asua. Jamais questionareia fé de alguém, como infelizmente alguns, provavelmente pessoas de pouca fé, costumam fazer.

Na última semana vivi problemas particulares que muito me entristeceram, e a fé naquilo que eu acredito mais uma vez foi fundamental na minha vida pra acalmar minha alma e meu coração.

E no campeonato o fim de semana foi perfeito. Uma vitória de raça e alma na Baixada e bons resultados dos concorrentes nos levou a ficar apenas dois pontos do décimo sexto, isso que temos o confronto direto contra ele.

O ATLÉTICO é vida e essa vitória nos mostrou que ainda respiramos, que temos queacreditar e lutar até o fim. O coração RUBRO-NEGRO ainda bate e, quando o coração bate devemos ter esperanças e acreditar que se fizermos por merecer vamos conseguir o que queremos.

A volta de Marcinho qualificou o time, é outra coisa. As seis vitórias atleticanas foram todas com ele em campo, isso não é por acaso.

Nieto sem dúvida não sabe jogar bola, mas sabe fazer gol de cabeça, então, no atual momento está bom demais.

Próximo jogo em Floripa contra oAvaíé a hora de lotarmos o espaço visitante e com muita fé ir em busca de uma vitória que pode nos manter ainda maisvivos.

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS!