O FURACÃO está na fase de grupos. A camisa pesou e o Capiatá mesmo depois de empatar em 3 gols fora de casa sucumbiu diante da força da camisa do já tarimbado em Libertadores FURACÃO.

Afinal já são 40 jogos na história, muitos mata-matas, inclusive uma decisão de titulo. Se engana quem pensa que isso não pesa nessas horas, pesa sim e pesou em Capiatá.

Com a fase de grupos garantida o FURACÃO vai marcando cada vez mais seu nome entre os assíduos participantes da maior competição do continente e em 2017 chegará no minimo a 46 jogos de Libertadores na história.

Importante pra ir dando lastro pra alcançar em breve o que é objetivo do clube, o título das Américas e tão sonhado mundial.

Aqui por nossas bandas isso soa como utopia e sonho, assim como era de construir um estádio como o ATLÉTICO construiu e toda a estrutura que o clube possui hoje. Como também seria utopia até o ano 2000 alguém falar que em 2017 o ATLÉTICO já estaria jogando sua quinta libertadores e na terceira já seria finalista.

Aqui se pensa pequeno, campeonato estadual é tudo e autofagismo é gigante. Mas o ATLÉTICO e sua gente vem provando que devemos acreditar e fazer por merecer que podemos ser fortes e valorizados.

No campo em Capitá a defesa voltou a ser soberana e Lucho foi decisivo como se espera de jogadores tarimbados.

Calendário recheado e muitas emoções pela frente. Bom pra torcida, para os profissionais de imprensa, patrocinadores, bom pra todo mundo, é o ATLÉTICO levando todos pra além das nossas fronteiras!

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS!
BINHO ASSUNÇÃO!