Um empate amargo demais. Realmente está cada vez mais dificil. Quando parece que vamos vencer duas seguidas deixamos a oportunidade escapar. A torcida esteve brilhante no jogo ( torcida é aquela que vai ao estádio e não quefica nas ruas) empurrou até onde pode, mas o time mais uma vez não ajudou.

Na Baixada o timese mostra ainda mais perdido do que fora de casa. Rodriguinho é muito fraquinho, Mádson corre, corre, corre, mas poucos lances objetivos faz, Rafael santos é sempre uma temeridade. Qualidade vimos sóquando Paulo Baier entrou, mas aí quando deixou com categoria pra Nieto fazer o gol da vitória, vimos porque todos pedem um centroavante pro nosso amado FURACÃO.

Agora vida ou morte na Bahia, uma derrota por ser um confronto direto pode sim deixar o ATLÉTICO com um pé na série b. Uma vitória ou até um empate pode nos manter respirando.

Talvez jogando fora possamos até acreditar mais, por mais incrivel que isso possa parecer, o peso de jogar com a responsabilidade em casa tem sido fatal pro despersonalizado e fraco time atleticano.

SAUDAÇÕES RUBO-NEGRAS!