Equipes se enfrentarão pela centésima vez na história nesta quarta-feira (Divulgação/Coritiba/Felipe Dalke/Banda B)

Depois de estrearem sem vitórias no segundo turno, Paraná e Coritiba se encontram pela primeira vez no estadual nesta quarta-feira (07), às 21h45, na Vila Capanema, pela Taça Caio Júnior. Sendo tratado como divisor de águas na segunda taça, clássico será o centésimo reencontro entre os dois clubes na história.

Jogando diante do seu torcedor, o Tricolor vem para o clássico pressionado para buscar a segunda vitória na temporada e deixar a zona incômoda de terceira pior campanha até o momento no Campeonato Paranaense. Para isso, o time do técnico Rogério Micale deverá ter a base mantida da equipe que atuou no empate com o Cianorte no último fim de semana.

Mantido entre os titulares, o volante Leandro Vilela avaliou melhoria no desempenho do time na última partida e espera que a evolução siga diante do Coxa para voltar a vencer no ano. “Apesar do resultado não ter sido uma vitória, eu vi muita evolução na equipe, pelo modo de jogar e pela postura que nós tivemos, mesmo com um campo difícil de jogar. Nosso time conseguiu propor mais o jogo e ficar mais com a bola. Talvez o nosso torcedor que não conseguiu acompanhar, não tenha conseguido notar isso. Mas para nós jogadores e comissão técnica, já vimos uma melhora no desempenho, trabalhando bem a bola e na marcação. O ruim é que mais uma vez sofremos gols. Acho que precisamos melhorar nesse aspecto para que as vitórias possam vir”, disse.

Com a manutenção da base da equipe, o time terá apenas uma novidade, com o retorno do lateral-direito Alemão, que está recuperado de lesão e reassume a condição de titular. A provável formação conta com Richard; Alemão, Neris, Rayan e Mansur; Leandro Vilela, Jhonny Lucas e Carlos Eduardo; Vitor Feijão, Marcelo Báez e Thiago Santos.

Depois de ter conquistado a Taça Dionísio Filho e garantido a sua vaga na decisão do Campeonato Paranaense, o Coritiba deu folga aos titulares e estreou com derrota no segundo turno, no último fim de semana, no Couto Pereira. O revés para o Maringá fez com que o técnico Sandro Forner abdicasse da estratégia de poupar e promoverá o retorno da equipe titular no clássico ante o Paraná.

Diante de uma marca na história da rivalidade entre os dois clubes, o lateral-esquerdo Léo Andrade comemora o fato de disputar o clássico pela primeira vez entre os profissionais. “É um clássico histórico, entre duas equipes grandes. É uma horna para nós jogar o clássico de número 100, então espero que seja um grande jogo. Os dois times têm tudo para desempenhar um bom futebol e eu espero que a gente possa conseguir um bom resultado”, afirmou.

Com o retorno dos titulares, o provável time do Coritiba para o duelo conta com Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio e Léo Andrade; João Paulo, Julio Rusch e Thiago Lppes; Iago Dias, Guilhrme Parede e Alecsandro.