Por Pedro Melo com informações de Monique Vilela

Zico é o dono do local em que aconteceu o treino do Paraná. (Monique Vilela/Banda B)

Zico é o dono do local em que aconteceu o treino do Paraná. (Monique Vilela/Banda B)

O Paraná realizou sua única atividade na cidade do Rio de Janeiro no Centro de Futebol do Zico (CFZ) e o ‘Galinho de Quintino’ esteve no local para dar boas-vindas ao Tricolor. Em entrevista à Banda B, Zico aproveitou para dar algumas dicas ao Tricolor que busca o acesso para a Série A pelo décimo ano consecutivo.

“Série B tem que encarar todas as partidas como uma decisão e o Paraná precisar estar atento principalmente em casa. Tomara que o CFZ dê sorte para o Paraná e quem sabe o Paraná não atinge o seu objetivo”, comentou Zico.

Sem ligação direta com o Tricolor, Zico relembrou que tem história com o clube através de seu irmão Edu Coimbra, que foi jogador e técnico do Colorado, um dos clubes que fez fusão para o surgimento do Paraná. “É um prazer receber o Paraná. A ligação não é direta, mas o Paraná foi a criação da fusão do Pinheiros e do Colorado que teve meu irmão Edu como jogador e técnico”, recordou.

Ausência de camisa 10 no futebol

Zico por toda a sua habilidade como camisa 10 durante a carreira, mas o armador hoje é uma posição com poucos jogadores de destaque. Para o ‘Galinho de Quintino’, a culpa são dos clubes que prezam mais pelo físico nas categorias de base. “Preocupação com a base diminuiu um pouco. É preciso olhar mais nas peneiras e no talento em vez do físico”, disse.