Por Guilherme Coimbra com informações de Monique Vilela

Técnico paranista destacou evolução da equipe no decorrer da partida (Monique Vilela/Banda B)

Apesar das dificuldades encontradas no decorrer da partida, o Paraná venceu o Cianorte, na noite desta quinta-feira (2), na Vila Capanema, e se manteve 100% no Campeonato Paranaense. Depois da partida, em entrevista coletiva, o técnico Wagner Lopes enalteceu o bom resultado obtido diante de um adversário complicado, elogiou a atuação da equipe e já coloca o pensamento nos duelos importantes diante do Coritiba, no domingo (5), e do São Bento, na quarta-feira (8), pela Copa do Brasil.

Depois de uma superioridade no primeiro tempo, o Paraná voltou do intervalo sufocado pelo Cianorte. Mas a expulsão do lateral Jackson, do Leão do Vale, mudou o panorama do jogo. O fator numérico pesou e o Tricolor conseguiu construir a vitória na última quinzena da partida.

“Nós sabíamos do terceiro cartão amarelo do Jackson e pedimos que forçasse o jogo pela beira para criar a situação de um para um. Desde o começo do jogo nós tínhamos orientado que atravessássemos a bola rasteira na frente do gol. Era uma zaga alta, se ficasse jogando pelo alto, ficaria difícil. Nós tentamos isso, mas faltava gente para finalizar. No segundo tempo, com um homem a mais, a ideia era colocar mais atacantes, mudar a plataforma de jogo para tentar ter mais posse de bola próximo da meta adversária. E foi assim que saiu o gol do Alex [Santana]”, afirmou o técnico Wagner Lopes.

Mesmo com uma partida difícil na Vila Capanema, a postura paranista de procurar espaços e oportunidades agradou o treinador. “Eu fico feliz e muito animado com a perspectiva que nós temos de evolução. É claro que existe o adversário que faz de tudo para vencer, então vai ter momentos que a coisa não vai fluir, que vamos estar em um dia ruim. Mas a tomada de decisão tem que ser alterada durante a partida. Era muito difícil entrar pelo meio da zaga, então muitas vezes dissemos para arriscar de fora da área. E hoje nossas opções tiveram boas atuações”, analisou.

Wagner Lopes elogiou a atuação da equipe adversária e enalteceu o bom resultado obtido pelo Tricolor dentro de casa. “Vencer é bom de qualquer jeito, ainda mais sofrido do jeito que foi, com gol no finalzinho, contra um time perigoso no contra-ataque. O Cianorte é uma equipe forte, que vai dar trabalho no campeonato”, disse. “Foi um jogo complicado. Bacana que a nossa torcida apoiou o tempo todo. Teve um momento no segundo tempo que nós perdemos o equilíbrio, o que eu falo sempre da organização defensiva, deixamos aberto o setor. Mas o bacana foi que mesmo após os erros, nós buscamos nos organizar”, completou.

Agora o Paraná se concentra para dois duelos importantes. No domingo (5), a equipe tem um clássico diante do Coritiba, às 20h, no Couto Pereira. E na próxima quarta-feira (8), o Tricolor entra em campo diante do São Bento, em Sorocaba, pela primeira fase da Copa do Brasil. “É um torneio muito importante para nós. E o Campeonato Paranaense teremos um clássico. Vou ter bastante calma para criar todas as estratégias possíveis para que possamos ter um time forte no clássico e também contra o São Bento”, concluiu.

Confira a entrevista do técnico Wagner Lopes após a partida: