Divulgação/Paraná Clube
Para Cris, vitória sobre o Duque pode dividir águas no Paraná Clube

A vitória é o único resultado que interessa ao Paraná Clube na noite desta terça-feira (4), contra o modesto Duque de Caxias. O time carioca vem de um empate fora de casa com o terceiro colocado Náutico e, em casa, vai tentar conquistar o seu segundo triunfo no Brasileirão nas 27 rodadas já disputadas.

Mais que vencer, o Tricolor precisa do resultado para afastar qualquer proximidade com a zona de rebaixamento. Com 36 pontos, o time é o 11º colocado, a seis dos quatro últimos da Segundona. Para a partida, o Tricolor terá o retorno do zagueiro Cris, que volta após um mês afastado por lesão. “Precisamos vencer agora para poder dar início a uma nova fase”, declarou o jogador, que ao lado de Edson Rocha será o responsável por conter o ataque carioca.

As modificações do técnico Guilherme Macuglia, que chegou a repetir a escalação do grupo que empatou com Náutico e Vitória, também chegam à lateral, onde Lisa entra para substituir Marquinho, suspenso. Sem Borebi, vetado, o ataque também será diferente. Ricardinho volta ao time titular e terá Hernane como companheiro.

E ainda que a campanha do Duque de Caxias seja a pior em todas as edições do campeonato por pontos corridos – o time tem 13,6% de aproveitamento-, o discurso do treinador é baseado na cautela. “Respeitamos o adversário, mas é nossa obrigação. Conversamos com os jogadores e uma sequência de vitórias passa por um bom jogo nesta noite”, analisou.

FICHA TÉCNICA
Duque de Caxias x Paraná Clube

Data/Horário: 04/10/2011, às 20h30
Local: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ
Árbitro: Marcos Mateus Pereira (MS)
Auxiliares: Leandro dos Santos Ruberdo (MS) e Adnilson da Costa Pinheiros (MS)

Duque de Caxias: Marcelo Carné; Éverton Silva (Léo), Bruno Costa, Felipe Machado e Ernani; Edu Pina, Tony, Júlio César e Erick Flores; Jhon (Antônio) e Léo Pimenta (Juninho).
Técnico: Paulo Campos.

Paraná Clube: Zé Carlos; Lisa, Cris, Brinner (Edson Rocha) e Lima; Silvio, Itaqui, Douglas Packer e Henrique; Ricardinho e Hernane.
Técnico: Guilherme Macuglia.