Valquir Aureliano
Zagueiro será deslocado para a ponta esquerda, em uma receita empregada no primeiro turno do Brasileirão

O Tricolor que enfrenta o embalado São Caetano neste sábado está praticamente definido. Com as entradas de Luciano Castán, Marinho e Igor, Macuglia dá pinta de que deve escalar um time mais ofensivo para encarar o Azulão. A novidade do treinamento desta quinta-feira (27) foi a entrada do atacante Igor que, ao lado de Marinho, deve ser o responsável pela dianteira triocolor. Na defesa, a novidade é o zagueiro de função, Castán, que terá a missão de marcar e apoiar pela lateral esquerda, papel que cumpriu em praticamente todo primeiro turno.

“Já atuei assim e me saí bem. Minha posição de origem é zagueiro, mas eu estou à disposição e tenho que dar meu melhor”, destacou Castán. A análise do zagueiro é que, dessa forma, o Tricolor consegue rechear mais o seu meio campo e se tornar mais ofensivo, como se apresentou no segundo tempo diante da Ponte Preta. “Isso ajudou o Paraná a melhorar”, avaliou.

Em 13º lugar na tabela, o São Caetano vem a Curitiba com a moral de quem não sabe o que é derrota há nove rodadas. O Paraná, em décimo, ainda almeja um lugar entre os quatro melhores colocados do Brasileiro. Para se aproximar do G4, o Tricolor precisa, além de vencer seu compromisso em casa, torcer por alguns tropeços, o que não deve ser problema, aponta Castán. “Toda rodada os resultados vêm a nosso favor e enquanto houver esperança, a gente vai atrás dela. A gente não pode só sonhar. Temos que trabalhar e sábado não vai ser diferente”, comentou.

O provável time que enfrenta o São Caetano deve terThiago Rodrigues; Marquinho, Flávio Boaventura, Brinner e Luciano Castán; Sílvio, Maycon Freitas, Douglas Packer e Lima; Marinho e Igor.

Paraná e São Caetano jogam neste sábado (29), às 16h20, na Vila Capanema, em partida válida pela 33ª rodada do Brasileirão da Série B.