Por Esporte Banda B

O sorteio dos mandos de campo dos confrontos da terceira fase da Copa do Brasil, realizado na manhã desta quinta-feira (2), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, ficou marcado por uma gafe de um dos membros da Diretoria de Competições da entidade envolvendo o Paraná Clube. Antes do início das ordens das chaves, o supervisor técnico da competição, Pedro Paulo, colocou o Bahia, adversário do Paraná, como classificado para a próxima etapa do torneio.

Ao iniciar o discurso para explicar como seria o “sorteio-casado”, que consiste na combinação de jogos para evitar que clubes da mesma cidade joguem como mandantes em datas coincididas, Pedro Paulo cometeu uma gafe ao colocar o Bahia como classificado para a terceira fase.

Nós temos aqui o exemplo do Fluminense e do Vasco, dois clubes do Rio de Janeiro, então no sorteio-casado, um será mandante no jogo de ida e o outro obrigatoriamente visitante. E isso se repete em Vitória e Vasco. Temos Vitória e possivelmente o Bahia, então há essa preocupação também. Porém, como o Bahia tem um jogo adiado e vai começar mais tarde a sua participação na terceira fase, nós fazemos o sorteio para que ambos tenham o mesmo mando, para que na prática não aconteça isso”, afirmou o supervisor técnico da Copa do Brasil antes do sorteio transmitido pela CBF TV.

Apesar da declaração do supervisor da competição, a classificação para a terceira fase da competição só será decidida na próxima quarta-feira (8), entre Paraná e Bahia, na Vila Capanema. O vencedor encara o ASA-AL na próxima etapa da Copa do Brasil.

Confira o vídeo: