A comissão técnica do Paraná Clube preferiu não aguardar o resultado do julgamento do volante Sílvio e não relacionou o atleta para o jogo contra o Sport, deste sábado (19). Com isso, o Tricolor terá o retorno de Everton Garroni ao meio campo para tentar vencer no nordeste.

“A gente sabe que vai ser difícil, complicado jogar lá. Ainda mais com o Sport com possibilidade de acesso”, afirmou o zagueiro Flávio Boaventura. O jogador espera do time a mesma postura ofensiva apresentada em Natal, contra o ABC-RN. “Vamos tentar fazer em Recife o que a gente fez em Natal. Eles também estão enfrentando o Paraná Clube que é time de tradição”, emendou.

O zagueiro, indicado pelo ex-treinador Roberto Fonseca, comemora o espaço conquistado com a chegada de Macuglia. “Eu cheguei aqui com um pouco de desconfiaça do treinador que estava aqui porque cheguei machucado. Com a saída dele, eu consegui mostrar meu trabalho e ganhei a confiança não só da comissão, como dos jogadores e da diretoria”, comenta o jogador, titular em dez partidas pelo Tricolor na Série B.

Sport e Paraná Clube se enfrentam pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste sábado (19), às 17h, na Ilha do Retiro. O time deve ir a campo com Zé Carlos; Marquinho, Flávio Boaventura, Brinner e Lima; Itaqui, Everton Garroni, Cambará e Dinelson; Marinho e Giancarlo.

Renovação

Cotado para permanecer no comando técnico do Paraná Clube na próxima temporada, Guilherme Macuglia afirmou nesta quinta-feira (17) que só aceita seguir no clube caso o contrato seja de, pelo menos, um ano.

esportebandab Esporte Banda B

#ParanáClube: Guilherme Macuglia diz que só aceita renovar com o clube se o contrato for de, pelo menos, um ano.