O volante Serginho está liberado e pode atuar sexta-feira, às 21h, contra o Barueri. No julgamento de hoje, o atleta paranista foi apenas advertido.

Expulso na vitória por 2 a 1 contra o Vila Nova-GO, o volante foi incurso no artigo 254 por praticar jogada violenta. Através do advogado Itamar Côrtes, o Tricolor destacou a primariedade do jogador, além de frisar que não houve força excessiva.

Assim, o departamento jurídico do Paraná convenceu os auditores e Serginho – que já cumpriu a suspensão automática frente ao Criciúma – recebeu somente a advertência e fica à disposição do técnico Roberto Fonseca.