Por Guilherme Coimbra

A Copa São Paulo de Futebol Jr começa no dia 2 de janeiro, junto de uma nova esperança para o futebol paranaense de conquista no maior torneio de base do país. Sem nenhum título na história da competição, o estado tem apenas um vice-campeonato, com o Atlético, na edição de 2009.

Atlético

Atlético conquistou o Paranaense Sub-19 recentemente (Divulgação/Atlético)

Sem muita tradição na Copinha, o futebol do Paraná conseguiu embalar no torneio apenas na edição de 2009. Comandado pelo técnico Marquinhos Santos e com um time que contava com Santos (hoje goleiro reserva do profissional), Manoel, Fransergio, Marcelo Cirino, entre outros, o Atlético foi até a decisão da competição. Na ocasião, o Furacão acabou derrotado pelo Corinthians, por 2 a 1, e ficou com o vice.

No Grupo 15 da Copinha, com sede em Indaiatuba, o atual campeão Paranaense Sub-19 estreia na competição no dia 3 de janeiro, contra o CRB. Depois a equipe encara o União Rondonópolis, no dia 5, e fecha a participação na primeira fase contra o Primavera-SP, no dia 7.

Coritiba

Verdão aposta em ‘experiência’ dos jogadores no profissional para a Copinha (Divulgação/Coritiba)

O Coritiba ainda não passou perto de ter uma campanha parecida com a do arquirrival. A aposta coxa-branca para tentar ir longe na competição em 2016 é a ‘experiência’ de alguns jogadores do elenco. Os zagueiros Romércio e Thalisson Kelven, os volantes Julio Rusch e Carvalho, o meia Talysson Lalau e o atacante Gustavo Mosquito, que já trabalham entre os profissionais, podem reforçar a equipe alviverde na Copinha.

No Grupo 18, com base em Guaratinguetá, o Coxa estreia contra o Boavista-RJ, no dia 4. A sequência coxa-branca tem Itabaiana-SE, dia 6, e encerramento da primeira fase contra o Manthiqueira-SP, no dia 8.

Paraná

Tricolor conquistou o Paranaense Sub-17 em seu melhor ano na base (Divulgação/Paraná)

Com um ano brilhante na formação em 2016, quando conquistou o maior número de títulos de base da história do clube, o Tricolor aposta na geração campeã Sub-17, com experiência no futebol profissional na reta final da Série B, para buscar um bom resultado na Copa São Paulo. O goleiro Hugo, lateral Gabriel Pires, volantes Jhony, Claudevan e Gabriel Furtado, meias Leandro Vilela e Alesson, e atacantes Rafael Furtado e Guga, são alguns nomes do time principal com idade para disputar a competição e que surgem como opção para o técnico Luciano Simm para o torneio.

O Paraná está no Grupo 06 da Copinha, com sede em Penápolis, e estreia no dia 3, contra o Paysandu. O Tricolor dá sequência contra o Volta Redonda-RJ, dia 5, e fecha a primeira fase diante da anfitriã Penapolense, dia 7.

Londrina

De volta à Copinha, o Tubarão quer aproveitar a boa fase do clube para tentar uma ascensão também no futebol de base da equipe. A última participação do Londrina na competição havia sido em 2009, quando foi eliminado ainda na primeira fase, com três derrotas em três jogos.

O LEC está no Grupo 29 da Copa São Paulo, com sede em Itararé, e estreia no dia 4, contra o Juventude-RS. Na sequência, o Tubarão encara o Estanciano-SE, dia 6, e encerra a primeira fase contra o Guaratinguetá, dia 8.