Wilians Lima/Paraná Clube
Antes do treinamento em campo reduzido, Guilherme Macuglia conversa com os jogadores do Paraná

O Paraná fez um treinamento tático nesta quarta-feira (2) já de olho no confronto contra o Barueri. Em campo reduzido, Guilherme Macuglia comandou o coletivo com 13 jogadores em cada time e deve manter o esquema tático no 3-5-2. O treinador poderá contar com o retorno de Itaqui que, suspenso, não disputou o último jogo contra o São Caetano.

O jogador, que pertence ao Caxias, disse que ainda não tem o seu futuro no clube definido. “Eu conversei com o presidente do Caxias e a gente não abriu negociação ainda e no momento eu não posso passar nenhuma posição”, disse o jogador, que promete foco no objetivo do Tricolor até o fim do campeonato. “A gente precisa saber que acima de tudo somos trabalhadores e precisamos honrar a instituição”, emendou o jogador.

A seis pontos do G4, o time vive as expectativas matemáticas de acesso. Remotas, as chances existem e o discurso quase unânime é de que enquanto houver esperança, o grupo não vai se entregar. “O time está sempre motivado, a gente sabe das chances que tem de chegar ao G4, vamos trabalhar até o final e quem sabe a gente pode estar lá até o fim do campeonato”, confirmou o zagueiro Brinner.

“A gente sabe as chances são remotas e que deixou escapar muitas oportunidades, mas enquanto há esperança, a gente não pode jogar a toalha”, emendou Itaqui. O Paraná enfrenta o Barueri em partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, neste sábado (5), às 19h. O time titular só deve ser definido a partir desta quinta-feira.