Por João Pedro Alves e Monique Vilela

Assim como no ano passado, os salários atrasados voltaram a assombrar e atrapalhar o dia a dia de trabalhodo Paraná em 2014. Ainda sem terem recebido os pagamentos referentes ao mês de fevereiro, os atletas se uniram e se recusaram a ir a campo na manhã deste sábado (22) para aquele que seria o último treinamento antes do clássico decisivo contra o Atlético pelo Campeonato Paranaense.

Como previsto na programação feita pela comissão técnica, o elenco tricolor se reapresentou durante esta manhã na Vila Capanema para realizarem os últimos aprontos para a partida deste domingo. Ao invés de vestirem o uniforme e se dirigirem ao gramado, porém, os jogadores se reuniram com a diretoria para avisar que não treinariam porque a promessa de que tudo seria quitado até esta sexta-feira (21) não foi cumprida.

Esse atraso de mais de um mês no pagamento atinge em especial aqueles atletas que chegaram neste ano ao Paraná. Há um agravante para os atletas que já estavam na Gralha desde 2013, já que existem algumas pendências mais antigas. A reportagem da Banda B entrou em contato com a diretoria durante este sábado para falar sobre o assunto, mas nenhum dirigente quis se pronunciar.

A primeira consequência dos atrasos foi essa paralisação, que deixou um buraco na preparação para o clássico. Antes da bola rolar, no entanto, mais um ato pode ser feito pelos paranistas. No período da tarde deste sábado os atletas voltam a se reunir com alguns membros da diretoria e, dependendo do que for definido neste encontro, o grupo pode não se concentrar em um hotel para encarar o Atlético.

Caso isso aconteça, os jogadores se apresentariam apenas na manhã deste domingo, horas antes da bola rolar. O jogo que vale vaga nas semifinais do Paranaense está marcado para as 16h na Vila Capanema.