O candidato da situação, Rubens Bohlen, venceu as eleições do Paraná, com 412 votos contra 236 do oposicionista Ivan Ravedutti,e é o novo presidente do clube. A chapa vencedora, denominada “Planejamento e Trabalho” ainda conta com Paulo César Silva como 1º vice-presidente e Luiz Carlos Casagrande, o Casinha, como 2º vice.

“Agradeço os votos, a responsabilidade é muito grande, mas confio na minha equipe.Tenho certeza que vamos trilhar caminhos de grandeza e provar ao país que o Paraná é grande. Espero fazer uma grande gestão”, disse o novo presidente do clube. “Temos que trazer patrocinadores para o clube, sabemos que vamos enfrentar muitos obstáculos, mas estamos confiantes”, completou.

Para Bohlen, somente com muito trabalho será possível reerguer o Tricolor, principalmente dentro de campo, onde a torcida quer esquecer o ano de 2011. “Com muito trabalho, vamos alçar voos maiores. Não quero falar em treinador e jogador para 2012, ainda temos que terminar a Série B e depois vamos pensar nisso. Mas trabalho, da nossa parte, não faltará”, afirmou.

Por fim, o dirigente disse que pode promover novidades na composição das diretorias e vice-presidências. “Pretendo anunciar os diretores somente no dia 13 de dezembro, na nossa posse. Não será nada na base da surpresa, mas passaremos por mudanças.É possível termos novidades na composição dos vice-presidentes do clube”, disse Rubens Bohlen.

A votação aconteceu das 10h às 20h desta quarta-feira, na sede da Kennedy. O pleito transcorreu de maneira tranquila, sem maiores incidentes. O local ficou sem luz por aproximadamente vinte minutos, mas foi um problema de energia na região que não chegou a afetar o processo eleitoral.Dos 4.500 sócios olímpicos do Paraná, cerca de 653 votaram.

Com a confirmação da nova diretoria do Tricolor, a data da posse dos dirigentes já foi marcada por Benedito Barbosa, presidente do Conselho Deliberativo do clube: 13 de dezembro, novamente com cobertura da rádio Banda B.