Após mais um resultado ruim na Série B (derrota por 1 a 0 para o Americana, em plena Vila Capanema), a diretoria do Paraná chegou a um acordo com o técnico Roberto Fonseca e ele não é mais comandante da equipe tricolor. O anúncio foi feito pelo vice de futebol, Paulo César Silva, após a derrota desete sábado.

“A partir deste momento, o Roberto Fonseca não é mais treinador do Paraná. Ele é uma pessoa de muito caráter e deixa as portas abertas. Mas o Paraná é um clube grande, que vive de vitórias. E quando os resultados não vêm, a gente tem que criar um fato novo. O Roberto é muito trabalhador e a gente agradece o trabalho que ele fez”, disse Paulão.

O dirigente deixou claro que a diretoria ainda não pensou em um nome para substituir Fonseca, e caso o novo treinador não seja anunciado até a próxima segunda-feira, o auxiliar técnico Ageu Gonçalves deve dirigir o Paraná na partida de terça-feira, contra o Salgueiro, fora de casa.”O Paraná não vai fazer loucura e não vamos comprometer nosso orçamento com um treinador. Nós temos uma gordura para trazer jogadores, mas sem loucuras”, completou.

Paulão deixou claro que não houve um amadurecimento da ideia de mandar Fonseca embora, mas que a diretoria se reuniu após o jogo de hoje e decidiu mudar o comando da equipe.”Não tem amadurecimento de ideia de mandar o treinador embora. Existe o fato dos resultados não virem. Infelizmente hoje a gente precisava vencer e isso não aconteceu. Quem sabe a vinda de um novo treinador, pode criar um fato novo e melhorar a nossa situação no campeonato. Time que quer subir não pode perder em casa”, explicou.

O vice de futebol negou mais uma vez que o Paraná tenha interesse em trazer o técnico Geninho, atualmente desempregado.”O Geninho é um grande treinador, mas a nossa situação financeira não permite trazê-lo. Nós não podemos passar sufoco financeiro para trazer um treinador. Além disso, o Sérgio Soares não nos interessa no momento”, afirmou Paulão.

O dirigente deu razão às críticas da torcida, que após a derrota de hoje pediu a cabeça de Fonseca, até porque considera absurda a nona colocação que o Tricolor ocupa atualmente, a seis pontos de distância do G4. Paulão disse que mais jogadores podem chegar para reforçar a equipe, enquanto outros devem deixar o atual elenco paranista.

“É claro que alguns jogadores ainda podem vir para reforçar a equipe. Outrosjogadores que não vão nos ajudar neste momento, nós vamos conversar na segunda-feira, agradecer tudo que fizeram pelo Paraná, mas vamos liberá-los para seguirem suas vidas”, concluiu Paulo César Silva.

A rádio Banda B já vinha antecipando a possibilidade de Roberto Fonseca deixar o clube em caso de derrota para o Americana, o que acabou se confirmando no fim da tarde deste sábado.