Após o empate de ontem em 1 a 1 com a Portuguesa, na Vila Capanema, o técnico Ricardo Pinto foi alvo de inúmeras críticas por parte da torcida paranista e saiu de campo vaiado pela maioria das pessoas presentes no estádio. A principal reclamação dos torcedores era que o treinador havia errado nas substituições da equipe, o que ele de fato admitiu que fez.

“A responsabilidade é toda minha, o Thiago não tem culpa nenhuma. Eu assumo a minha culpa por ter mexido errado.Aanálise real é que temos um time formado há uma semana e meia, fazendo apenas o segundo jogo juntos e contra um concorrente direto a uma das vagas para a Série A e que já está junto há algum tempo. E ainda assim conseguimos um bom resultado que provou que bem trabalhado, podemos chegar longe”, analisou o treinador.

Para o comandante paranista, o empate mesmo sendo em casa, não pode ser considerado um resultado ruim: “Nós fizemos as jogadas, buscamos o ataque, fomos pouco atacados, com dois ou três lances de fora da área e o gol. Quer dizer, o time marcou muito bem. Se não conseguimos buscar a vitória é porque faltou alguma coisa. Tivemos chances com o (Douglas) Packer, com o Diego, mas não conseguimos fazer o gol”.