Com 100% de aproveitamento em três partidas da Série Prata, o time do Paraná tem agradado o técnico Ricardinho, que no entanto, ainda vê algumas falhas no desempenho de sua equipe. Na vitória de ontem por 1 a 0 em cima do Cascavel, o treinador criticou o excesso de finalizações desperdiçadas pelo Tricolor.

“Foi um resultado muito importante, uma vitória boa, mas eu disse para o grupo que não gostei, porque a gente podia ter construído um placar melhor ainda no primeiro tempo. Não podemos aceitar que a equipe tenha tantas oportunidades, domine o jogo, esteja em cima o tempo todo e não concretize a vitória”, analisou o comandante paranista.

Ricardinho alertou que, em situações assim, a equipe pode acabar sofrendo o empate, mesmo dominando a partida. “Se o adversário escapa em uma bola e leva o empate, você lamenta como uma derrota. No primeiro tempo nós poderíamos ter virado dois, três a zero. O segundo tempo então nem se fala. Eu disse a eles e não gostei por isso. Tem que matar o jogo”, finalizou.

Agora, o Paraná deixa de lado a Segudona do estadual e foca na Copa do Brasil, onde joga na próxima quarta-feira, contra o Palmeiras, às 21h50, na Arena Barueri. Na partida, o Porco venceu por 2 a 1, e por isso, o Tricolor precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar para as quartas de final.