O meia Dinélson está recuperado de uma lesão muscular que o afastou das últimas três partidas do Paraná, na Série B. O jogador se machucou na derrota por 3 a 1 para o Icasa, dia 27 de setembro, mas agora está pronto para voltar aos gramados, o que deve acontecer no jogo do próximo sábado, contra o Vila Nova, a partir das 16h20, no Serra Dourada.

Para o atleta, o Paraná ainda pode sonhar com o G4 da competição, mesmo estando a seis pontos de distância, mas para isso é fundamental vencer o Vila Nova, time que ocupa a 18ª colocação, correndo sério risco de rebaixamento.”A gente tem que fazer do próximo jogo uma decisão, e tem que ser assim até o fim do campeonato. Temos que vencer o Vila Nova, fazer um grande jogo lá e aí é ir pensando jogo a jogo”, disse.

A diferença de onze pontos entre as duas equipes na tabela não tranquiliza Dinélson, que acredita que o time goiano virá com tudo pra cima do Tricolor, principalmente por contar com a estreia do técnico Roberto Cavalo, que também já passou pelo Paraná, inclusive nesta temporada.

“O Vila Nova tá com 29 pontos e com certeza vai vir forte pra cima da gente, até porque eles trocaram de treinador. Vai ser um jogo muito difícil, sem dúvida alguma. Mas pelo momento que estamos vivendo, há três jogos sem perder (dois empates e uma vitória), é o momento ideal para uma arrancada. Todo mundo quer dar essa arrancada no campeonato”, finalizou Dinélson.

Além de Dinélson, o técnico Guilherme Macuglia poderá contar com o volante Cambará e o meia Rone Dias, ambos também recuperados de lesões e à disposição para enfrentar o Vila Nova.