Por Pedro Melo com informações de Felipe Dalke

Guilherme Biteco (de azul) ainda trabalha a questão física. (Felipe Dalke/Banda B)

O Paraná contratou 19 reforços para a temporada de 2017, mas nem todos ainda estrearam. O zagueiro Arthur, o meia Guilherme Biteco e os atacantes Ruben Bentancourt, Felipe Alves e Matheus Carvalho já tiveram os nomes publicados no BID, mas apenas o último deve ficar como opção do técnico Wagner Lopes para a partida contra o Cianorte.

Lopes explicou que os reforços ainda precisam melhorar a condição física para aguentarem as quatro competições que o Tricolor joga no ano – Campeonato Paranaense, Primeira Liga, Copa do Brasil e Série B. “Vamos ter um cuidado especial com esse jogadores porque queremos ter todos os atletas nas quatro competições e não vamos colocar antes da hora para atrasar a estreia deles. Desse jeito vamos ter sucesso”, declarou.

“Nós temos um planejamento na preparação física e tem um número de sessões para o atleta ir para o jogo. Esses jogadores que chegaram ainda não tem o número de sessões mínimas para participar do jogo. Apesar de já estarem no BID, vamos dar uma lapidada na questão física porque tecnicamente a gente sabe da qualidade deles”, complementou o treinador.

Já o zagueiro Artur ainda se recupera de uma lesão no tornozelo e também não estará em campo. “O Artur ficou um bom tempo parado, já trabalhei com ele no Atlético-GO e sei do potencial dele. Estamos tendo cuidado especial por conta do tempo que ele ficou inativo, mas a ideia é darmos oportunidades para todos”, disse.

Após a goleada na estreia diante do Foz do Iguaçu, o Tricolor volta a campo nesta quinta-feira (02) para enfrentar o Cianorte.