O Paraná foi até Goiânia enfrentar o Vila Nova, time que está afundado na zona de rebaixamento da Série B. Com um bom primeiro tempo, o Tricolor abriu 1 a 0, com gol de Douglas Packer, mas a equipe paranista recuou demais na etapa final, sofreu pressão do adversário, mas conseguiu se segurar e garantiu a vitória, no Serra Dourada.

Com mais três pontos, o Tricolor chega a 43 pontos, sobe para a 9ª colocação e fica a sete pontos do G4 e também a sete pontos da zona de rebaixamento.

Tricolor joga bem e abre o placar com Douglas Packer

O Paraná começou bem no jogo, marcando o Vila Nova e explorando os contra-ataques. Aos 4 minutos, Giancarlo dividiu com o goleiro adversário, a bola sobrou para Gleidson, que acertou a trave goiana. Mas o time da casa também era perigoso quando se lançava ao ataque e quase abriu o placar aos 17 minutos, quando Jô bateu da entrada da área, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo.

Até que, aos 25 minutos, Marquinho cruzou da direita, Giancarlo tocou para Douglas Packer, que bateu cruzado, sem chances para Michel Alves: 1 a 0 Tricolor. Um minuto depois, em rápido contra-ataque, Igor desperdiçou a chance de marcar o segundo. Mas o Paraná era melhor em campo, enquanto o Vila Nova não apresentava poder de reação. Aos 41, Packer quase marcou seu segundo gol na partida. Com um bom futebol, a equipe paranista foi para o intervalo vencendo por 1 a 0, mas poderia até ter marcado mais gols.

Paraná cai de produção, sofre pressão, mas garante a vitória

O Tricolor não voltou bem para o segundo tempo e não conseguia criar boas jogadas de ataque como foi na etapa inicial. O Vila Nova cresceu muito, tomou conta do jogo e pressionava o Paraná em busca do empate. Aos 22 minutos, Victor Ferraz limpou a zaga e bateu forte, mas Thiago Rodrigues fez firme defesa. Aos 28, Jô cruzou para a área e Edson Rocha quase mandou contra o próprio patrimônio.

O Tricolor estava muito desorganizado em campo, não conseguia incomodar o goleiro Michel Alves e só assistia o time goiano jogar da maneira que queria. Os minutos finais foram dramáticos e o Paraná só se defendeu até o apito final, garantindo a vitória mínima por 1 a 0.