Everton foi vendido ao São Paulo por R$ 15 milhões (Rubens Chiri/SPFC.net/Divulgação)

A transferência do meia Everton, de 29 anos, do Flamengo para o São Paulo, renderá dinheiro ao Paraná. Revelado nas categorias de base clube, o jogador foi vendido por R$ 15 milhões ao time paulista e fará com que o Tricolor receba R$ 750 mil de acordo com a Lei Pelé.

Cria paranista, o meio-campista atuou como profissional pelo clube entre 2007 e 2008, disputando ao todo 50 jogos e com dois gols marcados pelo Paraná. Depois, Everton defendeu o Flamengo, Tigres-MEX, Botafogo, Suwon Bluewings-COR e Atlético, até retornar para o Rubro-Negro carioca, em 2014.

O prêmio ao Tricolor virá por meio do artigo 29-A da Lei Pelé, que é baseado no mecanismo de solidariedade da Fifa, que remunera o clube formador com 3% do valor da transferência. Como a transferência foi realizada nesta semana, o Flamengo tem 30 dias para repassar o valor.

Everton foi apresentado pelo São Paulo nesta semana e já realiza treinamento junto ao elenco tricolor. No entanto, como ainda não teve seu contrato publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, o jogador não fica à disposição do técnico Diego Aguirre para o compromisso contra o Atlético, nesta quinta-feira (19), pela Copa do Brasil.