Por Pedro Melo com informações de Monique Vilela

Wagner Lopes deve mudar o Paraná principalmente no setor ofensivo. (Irapitan Costa/Paraná)

O Paraná inicia a maratona de três jogos em apenas sete dias neste domingo (19) contra o PSTC pelo Campeonato Paranaense. Em sua primeira partida no interior do estado, o Tricolor manterá o sistema de rodízio e terá uma equipe reserva para defender a liderança do estadual.

Antes da viagem para Cornélio Procópio, o técnico Wagner Lopes destacou a importância de pontuar e ressaltou que colocará uma equipe competitiva. “Todos os jogos são importantes para o clube e sem dúvida vamos fazer o nosso melhor para vencer. A nossa ideia é ser competitivo, então, ainda tenho algumas dúvidas. Eu preciso equacionar as reais condições de todos para poder definir. A gente pensou e debateu bastante e com certeza é que teremos um time competitivo”, comentou.

Lopes afirmou que todo o departamento de análise do Tricolor estudou o adversário e espera muita dificuldade pela irregularidade do gramado do estádio Ubirajara Medeiros. “Nós estudamos bastante, vimos os últimos três jogos do adversário e sabemos que o gramado é difícil. O quique da bola é diferente e espero um jogo mais físico. Nós precisamos estar concentrados e preparados para fazer um bom jogo. Não tem jogo fácil, mas precisamos pontuar”, disse.

A provável escalação paranista tem Léo; Diego Tavares, Airton, Brock e Igor; Jhony, Alex Santana, Guilherme Biteco e Matheus Carvalho; Guga e Felipe Alves.

PSTC ainda não venceu no estadual

O PSTC aguarda pelo jogo contra o São Paulo pela segunda fase da Copa do Brasil no dia 1º de março, mas antes busca a primeira vitória no estadual. O time de Cornélio Procópio é o penúltimo colocado com apenas dois pontos em quatro rodadas.

FICHA TÉCNICA
PSTC X PARANÁ

Local: Estádio Ubirajara Medeiros, em Cornélio Procópio (PR).
Data: 19 de fevereiro de 2017.
Horário: 17h.
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR).
Assistentes: Felipe Gustavo Schmidt (PR) e Luiz Paulo Galli (PR).

PSTC: Juninho; Paulinho, Lucas Trindade, Marcão e Boré; Denílson, Somália, Erik e Dener; Somália e Carlos Henrique.
Técnico: Reginaldo Vital.

Paraná: Léo; Diego Tavares, Airton, Brock e Igor; Jhony, Alex Santana, Guilherme Biteco e Matheus Carvalho; Guga e Felipe Alves.
Técnico: Wagner Lopes.