Divulgação/Paraná Clube
Dinelson segue vetado pelo departamento médico e Igor deve ganhar chance no time titular do Paraná contra o Vila

Além de não poder contar com o zagueiro Brinner e o lateral Lima, suspensos, o técnico Guilherme Macuglia também terá que encontrar substitutos para Flávio Boaventura e Ricardinho, que foram vetados pelo departamento médico e não entram em campo para enfrentar o Vila Nova, neste sábado (15), às 16h20, no Serra Dourada.

O treinador que ainda não venceu fora de casa no comando do Paraná também demostra dúvida quanto à composição do meio campo, que poderá ter Sílvio ou Maycon Freitas. No ataque, quem deve ganhar oportunidade ao lado de Giancarlo é Igor, que faz sua estreia na era Macuglia.

Para o já confirmado entre os titulares, Itaqui, é normal que o time tenha tantas modificações, dados os problemas com desgaste físico e lesões. “Temos que saber lidar com isso. Sabemos que as outras equipes também enfrentam esses problemas e, por isso, temos que superar esse obstáculo e fazer com que não interfira dentro de campo”, defendeu o volante.

E para enfrentar o segundo pior ataque da Série B com apenas 24 gols marcados, o Paraná deve focar atenções na sua defesa. Na estreia do comandante Roberto Cavalo, velho conhecido da torcida paranista no início da temporada, o Tricolor quer conquistar a sua quarta vitória longe da Vila Capanema. “Sabemos da força deles dentro de casa, mas temos que tirar proveito da situação desesperadora em que eles estão. Uma vitória será essencial para embalarmos nesta reta final”, apontou Itaqui.

O Paraná é o 10º colocado do Campeonato Brasileiro da Série B, com 40 pontos, enquanto o Vila Nova está na zona de rebaixamento, ocupando a 18ª posição, com 29 pontos. O Tricolor deve ir a campo com Zé Carlos; Cris, Edson Rocha e Luciano Castán, Sílvio (Maycon Freitas), Itaqui, Douglas Packer e Gleidson; Igor e Giancarlo.

A Banda B transmite Vila Nova x Paraná Clube a partir das 16h deste sábado (15) com narração de Paulo Sérgio.