Tricolor perdeu para o Tubarão nos pênaltis na Vila (Geraldo Bubniak/AGB)

Mesmo de forma invicta, o sonho do Paraná chegou ao fim na Taça Caio Júnior. Depois de um empate no tempo normal com o Londrina, por 1 a 1, o time foi derrotado nos pênaltis, na tarde deste domingo (25), na Vila Capanema, e foi eliminado da competição. O Tubarão agora aguarda o vencedor do duelo entre Atlético e Maringá para a decisão.

Com uma atuação pouco inspirada no primeiro tempo, o Tricolor deu brechas no setor defensivo e viu o adversário levar a melhor. Tendo chances com lançamentos em profundidade, o Tubarão aproveitou para abrir o placar, aos 31 minutos, com gol de Wesley após boa jogada de Marcelinho pelo lado direito. Os mandantes ainda tiveram a chance de empatar, aos 36, mas Diego desperdiçou cobrança de pênalti e mandou para fora.

O placar adverso forçou o Paraná a buscar mais o ataque na etapa final para buscar o empate. Com maior volume ofensivo, o time da casa pressionou, mas seguiu encontrando dificuldades para encontrar o caminho do gol. Depois de assustar com finalizações para fora, o Tricolor chegou ao empate aos 36 minutos, com Vitor Feijão desviando para o gol após chute cruzado de Diego.

O Londrina agora aguarda para conhecer o seu adversário da decisão, que será na próxima quarta-feira, às 21h45.

Londrina sai na frente e Tricolor perde pênalti

O primeiro tempo não foi o que o Paraná esperava na Vila. Não conseguindo criar grandes chances no ataque, o time viu o setor defensivo falhar e dar oportunidades para o adversário. O Londrina aproveitou os lançamentos no ataque para ameaçar o gol paranista e conseguiu chegar ao primeiro gol ainda na parte inicial.

Depois de ameaçar duas vezes com Wesley e Carlos Henrique, foi nessas jogadas pelos lados que o Tubarão conseguiu sair na frente. Aos 31 minutos, a defesa cochilou, Marcelinho recebeu em velocidade pela direita e cruzou para Wesley, livre na pequena área, concluir de cabeça para o fundo das redes.

O Paraná ainda teve a chance do empate ainda na etapa inicial. Aos 35 minutos, Diego tentou jogada pelo lado direito e a arbitragem marcou pênalti após desvio no braço da defesa do Londrina. Ele próprio cobrou a penalidade, mas acabou isolando a chance de igualar o jogo no primeiro tempo.

Paraná pressiona e consegue empate no fim

Precisando buscar pelo menos o empate para levar a decisão para os pênaltis, o Tricolor voltou do intervalo com o atacante Vitor Feijão no lugar de Marcelo Baez. E a modificação deu maior volume ofensivo para a equipe na partida.

Aos oito minutos, Matheus Pereira recebeu na área, finalizou e o goleiro Alan fez boa defesa. O Paraná também apostou suas jogadas nas bolas aéreas. Pelo alto, Thiago Santos e Zezinho também tentaram, mas mandaram para fora.

Com o desespero aumentando, o Tricolor deu brechas e por pouco não viu o adversário aproveitar nos contra-ataques para matar a partida. Foi com esse tipo de jogada que Wesley e Carlos Henrique, em duas ocasiões, assustaram a meta do goleiro Richard.

Mas o Paraná tinha o fator casa a seu favor. Empurrando o time para o ataque, a torcida finalmente tirou o grito de gol da garganta, aos 36 minutos, quando Diego finalizou cruzado da esquerda, a bola passou pelo goleiro Alan e encontrou Vitor Feijão, livre na pequena área, para completar para o fundo das redes e levar a decisão para os pênaltis.

Alan pega dois pênaltis e elimina o Paraná

Com o empate no tempo normal, o Tubarão levou a melhor nas penalidades. O Alviceleste concluiu todas as suas cobranças com Lucas Costa, Diego Lorenzi, Roberto e Anderson Leite. Pelo lado paranista, Alemão e Zezinho convertam suas batidas, enquanto o meia Matheus Pereira e o atacante Diego, que já havia perdido um pênalti no tempo normal, pararam no goleiro Alan, que colocou o time do interior na decisão da Taça Caio Júnior.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ (2) 1X1 (4) LONDRINA

Local: Vila Capanema.
Data: Domingo, 25 de março de 2018.
Horário: 16h.
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR).
Assistentes: Luiz Henrique de Sousa Santos Renesto (PR) e Weber Felipe Silva (PR).

Paraná: Richard; Alemão, Rayan, Marcio e Mansur; Leandro Vilela (Zezinho), Wesley e Carlos Eduardo (Matheus Pereira); Diego, Marcelo Baez (Vitor Feijão) e Thiago Santos.
Técnico: Rogério Micale.

Londrina: Alan; Lucas Ramon, Del’Amore, Lucas Costa e Roberto; Lorenzi, Ramisson e Thiago Primão (Patric); Marcelinho (Gustavo Tocantins), Wesley (Anderson Leite) e Carlos Henrique.
Técnico: Marquinhos Santos.

Gol: Wesley (LEC) aos 31′ do primeiro tempo; Vitor Feijão (PRC) aos 36′ do segundo tempo.
Cartões amarelos: Leandro Vilela e Matheus Pereira (PRC); Lorenzi e Marcelinho (LEC).