Paraná, do atacante Silvinho (foto), empatou com a Chapecoense. (Liamara Polli/Estadão Conteúdo)

O Paraná conquistou o primeiro ponto no Campeonato Brasileiro ao empatar em 1 a 1 com a Chapecoense, na Arena Condá. Porém, o Tricolor perdeu diversas chances durante a partida e deixou o campo com a sensação que poderia ter conquistado os três pontos.

Com o empate, o Paraná pontua pela primeira vez no Brasileirão, mas ainda segue em último lugar. O técnico Rogério Micale terá cinco dias para corrigir os erros na pontaria até a próxima rodada contra o Santos, no domingo (13), às 19h, na Vila Belmiro.

O jogo

Mesmo jogando fora de casa, o Paraná buscou o gol desde o começo da partida e teve a primeira boa chance de sair na frente com apenas quatro minutos. Silvinho recebeu ótimo passe de Carlos, invadiu a área e chutou com força. O goleiro Jandrei estava bem posicionado e mandou para escanteio.

O Tricolor seguiu criando as melhores oportunidades da partida e jogou principalmente pelos lados do campo. Aos 22, Silvinho arriscou chute colocado da entrada da área e mandou pela linha de fundo. No minuto seguinte, Caio Henrique cortou o marcador e cruzou para o meio da área. Jhonny Lucas apareceu como elemento surpresa no meio do gol para grande defesa de Jandrei.

Do outro lado, a Chapecoense levou perigo apenas uma vez já na reta final do primeiro tempo. Após cobrança de tiro de meta, Arthur Caíke ganhou de cabeça e Wellington Paulista arriscou em chute de fora da área. Porém, mandou por cima do gol e assustou o goleiro David.

O time da casa voltou melhor no segundo tempo e só não abriu o placar logo no primeiro minuto graças a uma grande defesa de David no chute de Elicarlos na entrada da área. Porém, o goleiro paranista nada pôde fazer na cobrança de falta de Arthur Caíke que acertou um chute no ângulo e marcou o primeiro gol da Chapecoense.

Após sair atrás no marcador, o Paraná não se abateu em campo e rapidamente deixou tudo igual. Léo Itaperuna deixou Carlos na cara do gol e o camisa 9 teve muita calma para chutar na saída do goleiro Jandrei. O gol de empate deu ainda mais moral para o time paranista, porém, a situação ficou complicada depois da expulsão de Mansur por agressão em Wellington Paulista.

Mesmo com um jogador a menos, o Paraná não desistiu do gol da vitória e Carlos teve a chance em jogada individual, mas errou na hora da finalização e mandou muito longe da meta.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1X1 PARANÁ

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC).
Data: Segunda-feira, 07 de maio de 2018.
Horário: 20h.
Árbitro: Raphael Claus (SP).
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP).

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos, Márcio Araújo (Canteros) e Júnior Santos (Leandro Pereira); Arthur Caike (Guilherme) e Wellington Paulista.
Técnico: Gilson Kleina.

Paraná: David, Alemão, Jesiel, Cléber Reis e Mansur; Jhonny Lucas, Torito González (Leandro Vilela) e Caio Henrique (Zezinho); Léo Itaperuna, Silvinho (Vitor Feijão) e Carlos.
Técnico: Rogério Micale.

Cartões amarelos: Cléber Reis e Silvinho (PRC); Wellington Paulista (CHA).
Cartão vermelho: Mansur (PRC).
Gols: Arthur Caíke (CHA), aos 17′ do segundo tempo, e Carlos (PRC), aos 22′ do segundo tempo.