Por Pedro Melo 

Figueirense precisa vencer por três gols de diferença para eliminar o Paraná. (Geraldo Bubniak)

O Paraná terá que ficar na torcida para se classificar na Primeira Liga. O Tricolor não fez uma boa apresentação e ficou apenas no empate em 0 a 0 com o Figueirense, na Vila. Com quatro pontos, o time paranista torce justamente por tropeço do Figueirense na última partida do grupo no clássico com o Avaí para ficar com a segunda posição.

Dependendo do placar da partida, até uma vitória do Figueirense pode classificar o Paraná. O Alvinegro precisa vencer por três gols de diferença ou por dois gols a partir de 4 a 2. Caso a vitória seja por 3 a 1, as duas equipes ficam empatadas em todos os critérios de desempate.

Na saída de campo, o lateral-direito Diego Tavares lamentou a atuação do time principalmente no segundo tempo e destacou a qualidade do adversário. “Não conseguimos jogar. Acertamos apenas no segundo tempo, mas, infelizmente, a bola não entrou. O time deles trabalha bem a bola, mas claro que a gente queria a vitória”, comentou.

Figueirense joga melhor no primeiro tempo

A partida começou equilibrada no meio-campo e a primeira chance aconteceu apenas aos 25 minutos. Após cobrança de escanteio, Dirceu subiu mais que a defesa com perigo no canto esquerdo e quase abriu o marcador para o Figueirense.

O time catarinense aproveitou vacilo do meio-campo paranista para criar mais duas oportunidades em chutes de fora da área, mas não conseguiu abrir o placar. Do outro lado, o Tricolor teve problemas na armação e teve apenas uma finalização durante toda a primeira etapa em chute de longe do volante Leandro Vilela que foi muito longe do gol.

Partida termina sem gols

Na volta para o segundo tempo, o Tricolor teve dificuldades na armação e criou as jogadas pelos lados do campo. Aos sete minutos, Diego Tavares fez boa jogada e cruzou na cabeça de Renatinho. Porém, o meia mandou por cima do gol, sem perigo para Thiago Rodrigues.

Já aos 19, um lance polêmico gerou muita reclamação do time paranista. Renatinho tenta o chute para o gol, a bola bateu no braço de Hélder, mas o árbitro mandou o lance seguir. Nos minutos finais, o Figueirense tentou sair com a vitória e o Paraná se manteve bem no setor defensivo.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 0X0 FIGUEIRENSE

Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR).
Data: 02 de março de 2017.
Horário: 19h15.
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG).
Assistentes: Magno Arantes Lira (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG).
Público e renda: 2.694 pagantes/2.746 presentes/R$ 33.601,00.

Paraná: Léo; Diego Tavares, Airton, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela (Alex Santana), Gabriel Dias, Renatinho e Matheus Carvalho (Nathan); Bruno Cantanhede e Ítalo (Felipe Alves).
Técnico: Wagner Lopes.

Figueirense: Thiago Rodrigues; Dudu, Dirceu, Bruno Alves e Juliano (Guilherme Morassi); Josa, Hélder, Yago e João Pedro; Índio (Elias) e Bill (Everton).
Técnico: Márcio Goiano.

Cartões amarelos: Bill, Dudu, João Pedro e Guilherme Morassi (FIG); Airton, Felipe Alves e Bruno Cantanhede (PRC).