Por Rodrigo Dornelles

Jogo aberto e um gol para cada lado. Tanto Paraná, quanto Ceará, poderiam ter balançado as redes mais vezes na Vila Capanema. No fim, o placar de 1 a 1 e a frustração paranista por mais um jogo sem vencer dentro de casa. Com 26 pontos, o Tricolor cai para oitavo lugar e pode ver o G4 se distanciar.

Na primeira etapa de jogo, o Ceará abriu o placar em contra-ataque com um belo gol de William Henrique, que ainda chapelou o zagueiro Alisson antes de balançar a rede. Ainda no primeiro tempo, o Tricolor deixou tudo igual com Robson. No segundo tempo, nada de gols e empate na capital paranaense.

Paraná empatou com o Ceará. (Paulo Sérgio/ Banda B)

Paraná empatou com o Ceará. (Paulo Sérgio/ Banda B)

Finalizando o primeiro turno, o Paraná vai até Juiz de Fora encarar o Tupi, na próxima terça-feira (2), a partir de 21h30. Atualmente com 26 pontos, o Tricolor é oitavo colocado, fica a três pontos do G4 e seca o Atlético-GO, quarto colocado, contra o Sampaio Correia, em casa, neste domingo (31). Já o Ceará é vice-líder com 34 pontos e na última rodada do primeiro turno recebe o Vasco, também na terça, às 21h30.

Um gol para cada lado

A primeira etapa começou complicada para o Paraná. Jogando em casa, o time tricolor não conseguia propor o jogo de forma eficiente para criar oportunidades. Já o Ceará, na primeira vez que chegou já colocou na rede. Aos 14 minutos, em contra-ataque, William Henrique recebeu, avançou, chapelou Alisson e tocou na saída de Marcos para balançar a rede.

O gol deixou a vida do Tricolor ainda mais complicada. A equipe da casa sentiu o golpe e o Vozão cresceu no jogo. A boa chance, no entanto, foi do Paraná, com Robson finalizando para ótima defesa de Éverson. Mas Robson, na segunda oportunidade, colocou na rede. Ele girou, finalizou de esquerda, a bola explodiu no zagueiro, voltou no seu pé direito e encobriu o goleiro. A equipe paranista teve ainda duas boas chances, com Lúcio Flávio e Murilo. Na primeira, o atacante perdeu de maneira incrível, na pequena área, após cruzamento rasteiro de Robson pela direita.

Segundo tempo

Depois de terminar melhor o primeiro tempo, no segundo o Tricolor começou devagar. Em jogada pela direita, Marcos precisou fazer uma ótima defesa para salvar a equipe. O Ceará se postava na defesa, esperando o Paraná e saindo com grande perigo nos contra-ataques. O meio-campista Felipe também levou perigo ao goleirão tricolor.

No ataque, o Paraná não conseguia passar pela forte marcação cearense. Quando conseguiu balançar a rede, após cruzamento da esquerda, o árbitro anulou o lance, marcando falta no goleiro. Já na reta final de partida, em contra-ataque, o Ceará ainda obrigou Marcos a outra boa defesa para garantir pelo menos um empate na Vila Capanema.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 1×1 CEARÁ

Local: Vila Capanema, em Curitiba.
Data: 30 de julho de 2016.
Horário: 19h.

Paraná: Marcos; Diego Tavares, Leandro Silva, Alisson e Henrique; Basso, Jean, Nadson (Marcelinho) e Murilo (Guga); Robson e Lúcio Flávio (Henrique).
Técnico: Marcelo Martelotte.

Ceará: Éverson; Tiago Cametá, Everton Páscoa (Sandro), Valdo e Thalysson; Diego Felipe, Richardson, Wescley e Felipe; William Henrique e Rafael Costa (Serginho).
Técnico: Sérgio Soares.

Cartões amarelos: Murilo e Wendell (PRC). Everton Páscoa (CEA).
Gols: Robson aos 30′ do primeiro tempo (PRC). William Henrique aos 14′ do primeiro tempo (CEA).