Por Pedro Melo 

Confira os gols da partida na narração de Paulo Sérgio:

Paraná terminará a rodada mais uma vez na quinta posição. (Divulgação/Criciúma)

Paraná terminará a rodada mais uma vez na quinta posição. (Divulgação/Criciúma)

Estava tudo certo para um cenário perfeito de vitória, mas o Paraná levou uma virada inacreditável. O Tricolor abriu dois gols de vantagem, mas levou a virada nos acréscimos e perdeu para o Criciúma por 3 a 2.

O primeiro gol saiu com somente cinco minutos de partida, quando Robson recebeu nas costas da defesa e tocou com categoria na saída do goleiro Luiz. Aos 10 minutos da segunda etapa, Robson dividiu com o goleiro Luiz e a bola foi parar no fundo das redes.

Já aos 32 minutos, Gustavo aproveitou cobrança de escanteio e diminuiu o placar de cabeça. Quando parecia que era questão de tempo a vitória paranista, a defesa falhou duas vezes já nos acréscimos e levou a virada com gols marcados por Gustavo e Ricardinho.

Com a derrota, o Tricolor perde a chance de continuar próximo do G4 e pode se distanciar ainda mais das primeiras colocações no encerramento da rodada. Agora, o time paranista tem oito dias para se recuperar do resultado negativo e joga somente no dia 30 de julho contra o Ceará, na Vila Capanema.

Tricolor sai na frente logo no começo

Sem Lúcio Flávio, o técnico Marcelo Martelotte optou por Robson e Nadson jogando juntos e o ataque com mais velocidade deu resultado com apenas cinco minutos. Robson recebeu livre de marcação nas costas do zagueiro e teve muita categoria para tirar do goleiro Luiz e colocar o Tricolor na frente.

Depois de sair atrás no marcador, o Criciúma passou a ter mais posse de bola e perdeu algumas chances de empatar a partida. Aos 17 minutos, Barreto recebeu cruzamento na área e perdeu um gol incrivel da pequena área. Outro momento de perigo foi quando Raphael Silva cabeceou no canto e a bola passou muito perto da trave para alívio dos paranistas.

Paraná leva virada inacreditável

Em busca do gol de empate, o Criciúma voltou para o segundo tempo com nova mudança e ficou com quatro atacantes em campo. Porém, quem marcou foi o Tricolor em lance de sorte. Robson divide com o goleiro Luiz e a bola vai parar no fundo das redes.

Martelotte aproveitou a vantagem aberta para fechar a equipe e segurar o resultado, mas o que aconteceu foi o inverso. Aos 32 minutos, Gustavo descontou o placar em cabeçada no canto direito e o próprio deixou tudo igual já aos 45. Quando se imaginava que o resultado já era ruim, ficou ainda mais desastroso depois de mais uma falha da defesa que Ricardinho aproveitou para dar a vitória ao Tigre.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 3X2 PARANÁ

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).
Data: 22 de julho de 2016.
Horário: 19h15.
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE).
Assistentes: Francisco Chaves Bezerra Júnior (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE).
Público e renda: 3.930 pagantes e R$ 40.229,00.

Criciúma: Luiz; Lucas Taylor (Andrew), Raphael Silva, Nathan (Roberto) e Diego Giaretta; Barreto (Gabriel Leite), Douglas Moreira, Ricardinho e Juninho; Niltinho e Gustavo.
Técnico: Roberto Cavalo.

Paraná: Wendell; Diego Tavares, Leandro Silva, Alisson e Henrique Gelain; Basso, Jean (Claudevan), Murilo Rangel (Lucas Otávio) e Válber; Nadson (Henrique) e Robson.
Técnico: Marcelo Martelotte.

Cartões amarelos: Jean (PRC); Barreto, Raphael Silva e Niltinho (CRI).
Gols:
Robson (PRC), aos 5′ do primeiro tempo e aos 10′ do segundo tempo, Gustavo (CRI), aos 33′ do segundo tempo e aos 45′ do segundo tempo, e Ricardinho (CRI), aos 46′ do segundo tempo.