No gramado sofrível do Estádio Ademir Cunha, o Paraná levou a virada do penúltimo colocado do campeonato e despencou na Série B. Em uma noite de pouca inspiração dos meias de criação, o Tricolor saiu na frente com Hernane, mas levou a virada aos 42 do segundo tempo e saiu de campo muito distante do retorno ao G4.Com 31 pontos, o time é o 11º colocado da Segundona e se antes as contas apontavam para o topo da tabela, agora a preocupação começa a ser outra: na zona intermediária, o Tricolor está a nove pontos do quarto colocado, Americana, e a sete da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o time recebe o Goiás na Vila Capanema.

Gol e desatenção da defesa

O estado do que deveria ser um gramado em Paulista impediu que Paraná Clube e Salgueiro fizessem uma grande partida no primeiro tempo. Mesmo com boas chances de gol, o Tricolor viu o dono da casa chegar com perigo, tanto com Mateus, pelas laterais, como com Paulo Santos, que circulou bem no meio campo. Sem poder contar com uma boa atuação dos meias de criação Douglas Packer e Dinelson, bem marcados, o Paraná abriu o placar no contra golpe de Marquinho, pela lateral direita. Hernane aproveitou e marcou seu primeiro gol pelo time da Vila aos 17 minutos.

Desatenta, a defesa permitiu o empate dois minutos depois. Brinner tirou mal e Ricardinho só teve o trabalho de empurrar e empatar. Jefferson Maranhão ainda perdeu, de dentro da pequena área, uma chance inacreditável de recolocar o Paraná em vantagem.

Falta de criatividade e virada do Salgueiro

No segundo tempo, o Tricolor sob o comando de Ageu lançou mão de Gleidson e Serginho para tentar corrigir os erros, principalmente nas laterais do campo. O problema do time, porém, era a insistência nas bolas longas e no chutão sem rumo certo ao ataque.E, com a bola no chão, o Salgueiro surpreendeu o Paraná Clube e marcou o gol da virada aos 42 do segundo tempo.

Edmar subiu no meio da zaga e completou para colocar ainda mais insatisfação na empreitada do Tricolor neste segundo turno da Série B. A derrota derrubou o Tricolor para a 11ªposição na tabela, com 31 pontos, e a preocupação deixou de ser exclusivamente com o G4 e passa, agora, a ser direcionada também à proximidade da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

SALGUEIRO 2 X 1 PARANÁ CLUBE

Local: Estádio Ademir Cunha, em Paulista (PE)

Data: 13 de setembro de 2011, terça-feira

Horário: 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira.

Assistentes: Frederico Soares Vilarinho e Oberto da Silva Santos.

Cartões amarelos: Lima, Dionísio (Paraná); Mateus, Josa e Luciano (Salgueiro)

GOLS: SALGUEIRO: Ricardinho, aos 19 minutos do primeiro tempo e Edimar, aos 42 minutos do segundo tempo

PARANÁ: Hernane, aos 17 minutos do primeiro tempo

SALGUEIRO: Luciano; Mateus, Juninho, Alexandre e Piauí; Renê, Josa, Pio e Paulo Santos (Clébson); Ricardinho (Fabrício Ceará) e Tiago Marabá (Edimar)

Técnico: Luiz Carlos Barbieri

PARANÁ CLUBE: Luis Carlos; Marquinho, Amarildo, Brinner e Lima (Gleidson); Maycon Freitas, Dionísio (Éverton Garroni), Douglas Packer e Dinelson (Serginho); Jefferson Maranhão e Hernani.

Técnico: Ageu Gonçalves