Por Pedro Melo

Confira o compacto da partida na narração de Paulo Sérgio

Fernando Karanga perdeu boas chances durante o primeiro tempo. (Felipe Oliveira/Bahia)

Fernando Karanga perdeu boas chances durante o primeiro tempo. (Felipe Oliveira/Bahia)

A zona de rebaixamento virou um perigo iminente para o Paraná. O Tricolor até começou bem a partida, mas caiu bruscamente de rendimento no segundo tempo, perdeu para o Bahia por 3 a 0 e completou sete rodadas sem vencer na Série B.

Os três gols do Bahia aconteceram no segundo tempo. O primeiro saiu em chute forte de Edigar Junio que chutou forte no ângulo direito com apenas dois minutos. Já aos 13, Juninho chutou rasteiro de fora da área e ampliou o marcador. Para fechar o marcador, Allano aproveitou nova falha da defesa paranista e confirmou a vitória dos baianos.

Além dos sete jogos sem vencer, o Tricolor perdeu nas últimas três rodadas e está se aproximando da zona de rebaixamento. A próxima rodada é já na terça-feira (30) contra o lanterna Sampaio Corrêa, na Vila Capanema.

Primeiro tempo movimentado

Mesmo jogando fora de casa, o Tricolor não ficou na marcação em nenhum momento e teve a primeira chance com Anderson Uchoa em cobrança de falta. Porém, o grande momento paranista foi com Fernando Karanga que ficou na frente do gol, mas Muriel salvou o Bahia.

No decorrer da primeira etapa, o time baiano cresceu na partida e quase abriu o placar em chute rasteiro de Allano, porém, desta vez foi Marcos quem fez sensacional a defesa. Já aos 36 minutos, Moisés recebeu nas costas da defesa, chutou com força e mandou na trave.

Bahia marca três vezes

Na volta do intervalo, Pitty entrou na vaga de Leonardo, que sofreu uma pequena fratura na mão, e foi justamente o zagueiro quem falhou no lance que originou o primeiro gol do Bahia. Eduardo cruzou a bola na área, Pitty errou na hora de afastar e Edigar Junio chutou com força no ângulo esquerdo.

A pressão do Tricolor baiano continuou e Eduardo e Renato Cajá mandaram a bola na trave. Porém, o Paraná continuou dando muitos espaços na defesa e Juninho marcou o segundo gol em chute rasteiro de fora da área que entrou no canto direito.

Mesmo depois de sofrer dois gols, o time paranista continuou perdido dentro de campo e ainda sofreu mais um gol. Allano recebeu na ponta, carregou até o meio e chutou cruzado para finalizar a partida. Antes do apito final, o Paraná ficou com um jogador a menos depois da expulsão de Anderson Uchoa que acertou uma cotovelada em Feijão.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 3X0 PARANÁ

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).
Data: 27 de agosto de 2016.
Horário: 18h30.
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE).
Assistentes: Marcelino Castro de Nazaré (PE) e Bruno Cesar Chaves Vieira (PE).
Público e renda: 20.925 pagantes/21.582 presentes/R$ 262.517,50.

Bahia: Muriel; Moisés, Jackson, Tiago e Eduardo; Luiz Antônio, Juninho (Feijão) e Renato Cajá (Régis); Allano (Victor Rangel), Edigar Junio e Hernane.
Técnico: Guto Ferreira.

Paraná: Marcos; Leandro Silva, Leonardo (Pitty), Alisson e Rafael Carioca; Anderson Uchoa, Claudevan, Cristian (Nadson) e Válber (Guilherme Queiroz); Robson e Fernando Karanga.
Técnico: Marcelo Martelotte.

Cartões amarelos: Tiago e Juninho (BAH); Anderson Uchoa, Rafael Carioca e Fernando Karanga (PRC).
Cartão vermelho: Anderson Uchoa (PRC).
Gols: Edigar Junio (BAH), aos 2′ do segundo tempo, Juninho (BAH), aos 13′ do segundo tempo, e Allano (BAH), aos 23′ do segundo tempo.